resenhas category image [Resenha] – O que nos faz bons ou maus, Paul Bloom 02/01/15

DSC02570

Paul Bloom, cientista cognitivo e professor da Universidade de Yale, já é um nome bastante conhecido da comunidade científica e das discussões sobre psicologia e psicanálise pelo mundo. Em O que nos faz bons ou maus, ele traz um conjunto de revisões de trabalhos seus e de colegas que traz à reflexão o direcionamento comportamento humano desde a mais tenra idade.

Estudos comportamentais realizados com bebês e crianças, em várias épocas e várias culturas distintas, são a base utilizada por Bloom para abordar temas como empatia, compaixão e moralidade. Mixando teoria evolutiva e filosofia, psicologia e senso de justiça, apresentando dimensões pouco conscientes dos nossos juízos de valor.

DSC02545

O que nos faz bons ou maus é uma leitura rápida e agradável que nos ajuda a compreender melhor muitos dos nossos comportamentos e das pessoas ao nosso redor. Muito mais do que apresentar resultados de estudos, a obra nos oferece material para reflexão sobre várias atitudes e comportamentos que assumimos mesmo que de forma impensada ou inconsciente. Bloom permite a comparação entre pontos de vista e argumentos, o que colabora para a dinamicidade do texto e o seu valor.

DSC02558

Apesar de ser uma reunião de estudos acadêmicos, O que nos faz bons ou maus, não exige linguagem específica da área ou dos fundamentos teóricos usados. É uma leitura simples e fluente, com conceitos de fácil associação e preocupação com o entendimento do leitor, sem cair no pedantismo.

Esse conjunto de características e acertos faz de O que nos faz bons ou maus uma boa opção de livro para quem gosta de estudar comportamento. Ideal para quem tem interesse na área ou apenas para quem tem curiosidade e vontade de conhecimento das pessoas ao redor e autoconhecimento.

tras
Título Original: Just Babies
Autor(a): Paul Bloom
Editora: BestSeller
Número de páginas: 304
Avaliação: ★★★★☆
Cedido em parceria com o Grupo editoral Record

-
Resenha escrita por Laura Abdon, fotos por Brenda Lorrainy.

2 comentários
Postado em 02/01/15 por Laura Abdon



Laura Abdon
21 anos, designer de moda e futura administradora. Leitora de gosto extravagante e crítica além da conta. Tenta não ser muito ácida, nem sempre consegue. Quinzenalmente na coluna Inspiração Literária, acha bem bizarro escrever sobre si na terceira pessoa.
Deixe aqui seu comentário!

CommentLuv badge


2 comentários »
11/01/2015 às 13:24
Visitante assíduo e já deixou 29 comentários.

Oi, Laura!
Esse livro parece ser muito bom, eu tenho muita curiosidade em saber mais sobre comportamentos e atitudes nossos, e juntando a uma leitura fácil e fluente vou amar!
Amei a resenha! Bjs <3

[Responder]


23/11/2015 às 18:41
Comentou pela primeira vez, boas vindas!

Gostei da indicação. Essa dialética entre bom ou mau, bem e mal sempre incita questionamentos (pelo menos pra quem gosta de psicologia e filosofia, e não engole imposições morais sem mastigar).

Obrigado pela resenha, grande abraço
Tiago Azevedo postado recentemente..Qual a importância de Freud na Psicologia?My Profile

[Responder]