resenhas category image [Resenha + Sorteio] – Ensaio sobre a cegueira, José Saramago 16/08/14

Capa Ensaio Sobre a Cegueira

Nome: Ensaio sobre Cegueira
Autor(a): José Saramago
Editora: Cia das letras
Número de páginas: 312
Ano: 1995
Avaliação: ★★★★★
Cedido em parceria com a editora Cia das letras

Um motorista parado no sinal se descobre subitamente cego. É o primeiro caso de uma “treva branca” que logo se espalha incontrolavelmente. Resguardados em quarentena, os cegos se perceberão reduzidos à essência humana, numa verdadeira viagem às trevas. O “Ensaio sobre a cegueira” é a fantasia de um autor que nos faz lembrar “a responsabilidade de ter olhos quando os outros os perderam”. José Saramago nos dá, aqui, uma imagem aterradora e comovente de tempos sombrios, à beira de um novo milênio, impondo-se à companhia dos maiores visionários modernos, como Franz Kafka e Elias Canetti.

Cru, mas acima de tudo essencialmente vívido, Ensaio sobre a cegueira é um relato da natureza humana sem pudores, floreios, ou qualquer eufemismo. Quando uma cegueira branca atinge como uma epidemia a população, os primeiros contagiados são postos em quarentena num antigo manicômio. Obrigados a lidar com a adversidade subitamente imposta, eles se refugiam e tentam sobreviver diariamente, enquanto se aproximam cada vez mais dos limites do que é ser essencialmente humano.

Saramago nos apresenta um livro reflexivo e peculiar, tanto em sua estrutura, quanto nas indagações que se propõem ao leitor e personagens durante a leitura. Com diálogos demarcados apenas por letras maiúsculas, entremeados numa prosa corrida e sem auxilio de travessões, o autor nos desprende também da necessidade de nomear seus personagens, aqui somos apresentados a “o médico”, “o farmacêutico”, “a mulher do médico”. Conforme o livro vai se desenvolvendo, esse artificio adquire novo significado: numa sociedade que é obrigada encontrar novas formas de reconhecer, sentir, e viver, teria mesmo um simples nome alguma função?

Em tempos de caos, a atmosfera não poderia ser mais funesta e inquietante, e é por isso que Ensaio sobre a cegueira consegue ser tão real, ele demonstra o lado mais bárbaro de alguém, o sentimento mais mesquinho que já lhe ocorreu, os desejos mais insanos que diariamente uma sociedade politicamente correta e organizada reprime. Para tanto, ele escandaliza sobre o não dito, porque não demonstra apenas uma parcela do que a humanidade contém, porém reduz a seus hábitos mais ínfimos seu significado.

“Estas realidades sujas da vida também têm de ser consideradas em qualquer relato, com a tripa em sossego qualquer um têm ideias, discutir, por exemplo, se existe uma relação directa entre os olhos e os sentimentos, ou se o sentido da responsabilidade é consequência natural de uma boa visão, mas quando a aflição aperta, quando o corpo se desmanda de dor e angústia, então é que se vê o animalzinho que somos.” Pag. 243

Durante o livro nos sentimos tão cegos, perdidos e sujos quanto àqueles narrados, conseguindo também nós, capturar no ar a podridão instalada no ambiente, ou mesmo a fome que incomoda a cada refeição pulada. E quando nem mesmo a dignidade é capaz de civilizar sendo sucumbida diante das circunstâncias, a solidariedade tenta atenuar os horrores, humanizar a trágica situação. Em uma experiência ímpar, a leitura revela ainda, as camadas que somos obrigados a descascar para simplesmente enxergar quando é preciso; e ainda, o quanto ver, literalmente ver, quando mais ninguém o consegue, pode ser crucial (e extenuante) para as coisas seguirem além.

Ensaio sobre a cegueira é por si só uma metáfora tão poderosa, quanto abstração que dela podemos tirar, o leitor é sugado e envolvido num clima de múltiplos sentires, e observa de maneira descomunal os limites da ética, do amor, e o significado da cooperação. Facilmente enquadrado como um dos livros mais fantásticos que li, esse é um relato que a muito custo deixará e ser lembrado.

DESIGN: ★★★★★
IMPACTO: ★★★★★
NARRATIVA: ★★★★½

Sorteio

– Para participar preencha o formulário abaixo. (Rafflecopter)
- Aberto para todo o território brasileiro.
- O resultado sairá nesse mesmo post.
- O ganhador terá até 3 dias para responder o email que enviarei
- O envio do livro é de minha responsabilidade.

a Rafflecopter giveaway

Parabéns Mariana! Peço que responda em até três dias o email que te enviei solicitando dados. E um obrigada a todo mundo que participou! :)

25 comentários
Postado em 16/08/14 por brendalorrainy



brendalorrainy
19 anos. Criadora do CDI é estudante de administração com inclinação para o setor editorial. Tem uma queda por felinos, por quadrinhos e pela combinação tinta e papel. Adora criar metas o tempo inteiro e estranhamente odeia dormir. Também detesta café, tem tendência ao caos e morre de medo de altura. É viciada em Friends e em qualquer coisa que a faça rir.
Deixe aqui seu comentário!

CommentLuv badge


25 comentários »
16/08/2014 às 13:36
Visitante assíduo e já deixou 29 comentários.

Já tinha visto o livro por aí, mas nunca parei para saber nada sobre ele, sua resenha me deixou curiosa. Achei bem interessante isso dos personagens não terem nome, e também nos identificarmos de certo modo no livro.
Ótima resenha! Bjs, Brenda <3

[Responder]

brendalorrainy Reply:

Edilza é uma leitura única, vale a pena demais, lê sim! Antes de ler eu tinha escutado muito pouco sobre ele então me surpreendi com a qualidade incrível do Saramago. Obrigada pelo comentário. ❤ Beijo!

[Responder]


16/08/2014 às 14:50
Visitante assíduo e já deixou 13 comentários.

Gosto muito do José Saramago, o livro parece fantástico mesmo, fiquei bastante interessada em ler!

[Responder]


16/08/2014 às 16:33
Comentou pela primeira vez, boas vindas!

Resenha muito bem escrita, pra variar né? Já estava pensando em comprar o livro antes,e pelo visto ele vai anteder as minhas expectativas! Parabéns pelo post.

[Responder]

brendalorrainy Reply:

Obrigada pelo elogio Euller! Quando gosto do livro me dedico ao máximo pra resenha conseguir transmitir pelo menos um pouquinho da qualidade da obra. Tenho certeza que você vai gostar da leitura, é praticamente impossível se decepcionar!

[Responder]


16/08/2014 às 17:08
Visitante assíduo e já deixou 39 comentários.

Oie,
Apesar dos ótimos comentários sobre o autor, não tive nenhum contato com suas obras =(. Achei bem interessante a maneira de tratar os personagens, é algo singular e com certeza essa obra metafórica deve mexer com as pessoas e o mais legal é que o autor se sente no livro, fazendo com que a experiência seja profunda, gostei e pretendo saber mais sobre a escrita e os outros livros do autor.
Beijocas ^^

[Responder]


16/08/2014 às 18:24
Você já comentou 2 vezes.

Já li dois livros do Saramago (O Homem duplicado e O Evangelho segundo Jesus Cristo), mas esse foi o que mais me chamou atenção! Quero muito lê-lo. Adorei a resenha!
Allison Feitosa postado recentemente..Leituras do mês – Julho – AllisonMy Profile

[Responder]

brendalorrainy Reply:

Allisson me conta desses livros haha, fiquei interessada em tudo escrito pelo Saramago depois de ler essa maravilha.
Obrigada pelo elogio ❤
Beijo gêmeo!

[Responder]


16/08/2014 às 20:56
Visitante assíduo e já deixou 122 comentários.

Mais uma vez tive o prazer de ler uma resenha TÃO bem escrita! Fazia algum tempo que não vinha ao blog (eu sempre venho dar uma espiada, mas nem sempre me manifesto aqui), mas estou impressionada com este livro!
A resenha dele me fez querer DEMAIS ler! Eu já ouvi falar, principalmente por causa do filme (que ainda nunca vi também), mas não sabia se era uma leitura que valia a pena, e agora tenho certeza!

Só quero comentar outra coisa, ha muito tempo atras, li uma resenha aqui no teu blog sobre o livro “Ratos”, e esta semana tive o prazer de encontrá-lo em um sebo e depois de reler a resenha, comprei e no outro dia já comecei a ler, ainda estou lendo, e estou me envolvendo muito, é uma história muito bem contada, agora lendo aqui também lembrei sobre a questão dos HUMANOS, algo que também é tratado no livro Ratos e que me chamou muita atenção na resenha.

Obrigada por essa resenha maravilhosa :)
Beijos

[Responder]

brendalorrainy Reply:

Alessandra senti sua falta <3
Também tinha curiosidade do livro por conta do filme (que ouvi falar antes do livro e agora estou louca pra assistir). Como deu pra perceber na resenha eu realmente recomendo a leitura, o livro é sensacional! E sobre Ratos, awn fico feliz de você ter achado ele no sebo, também é um dos meus livros favoritos, recomendo demais. E sim, ambos tem isso em comum de explorar bem sobre o que é ser humano (de maneiras diferentes, mas incríveis cada um ao seu modo.
Beijão <3

[Responder]


16/08/2014 às 21:33
Visitante assíduo e já deixou 12 comentários.

Já ouvi falarem sobre esse livro mas muito por alto, e sobre o autor também, porém sem muitos detalhes.
Não costumo ler livros assim, mas esse me ganhou, sua resenha me deixou bastante curiosa, principalmente pelo fato de você ter falado que conseguimos adentrar o livro e sentir tudo na própria pele.
E também porque você deu 5 estrelas pra quase tudo, fiquei impressionada e desesperada para lê-lo.
Bjokas!

[Responder]


16/08/2014 às 23:34
Visitante assíduo e já deixou 14 comentários.

Saramago é genial, já li alguns livros dele, mas esse ainda não tive a oportunidade. Assisti apenas o filme baseado na obra.
Muito boa a sua resenha, o autor é realmente fantástico e suas histórias difíceis de esquecer.
Beijão ^^

[Responder]


18/08/2014 às 00:33
Visitante assíduo e já deixou 27 comentários.

Tenho certa vergonha de confessar que ainda não li nenhum dos livros do Saramago, um autor tão consagrado. E o pior é que os livros dele tem justo o estilo que me agrada. São narrativas diferentes e originais, esse clima que você descreve na resenha, o jogo que envolve o leitor e desperta múltiplas interpretações e emoções. Shame on me.

[Responder]


20/08/2014 às 13:53
Visitante assíduo e já deixou 21 comentários.

Saramago é um dos escritores que eu mais tenho vontade de ler e claro que seria ótimo começar por seu maior clássico, principalmente por ser um livro de qualidade indiscutível e premissa tão interessante. Lembro que vi o filme e não gostei tanto, talvez por ser muito nova para absorver seu conteúdo, mas quero ler o livro e assistir ao filme novamente, tenho certeza que a experiência será muito mais proveitosa. Excelente resenha, conseguiu passar exatamente do que se trata o livro e a importância do mesmo. ;D

[Responder]


22/08/2014 às 13:17
Você já comentou 7 vezes.

Olá, Brenda
Tudo bem?
Nunca tinha ouvido falar sobre esse livro, mas parei pra ler a resenha e achei super interessante! Adoro o jeito como você escreve. Parabéns!
Beijos*-*
Território das Garotas

[Responder]


24/08/2014 às 12:23
Visitante assíduo e já deixou 10 comentários.

Apesar de você ter elogiado bastante o livro e receber notas altas tbm… Não me empolguei :( Apesar de parecer um livro bom, não faz o meu estilo… E tbm não me deu curiosidade de ler tbm. Acredito que pra quem gosta do gênero o livro deve ser muito bom, por retratar de forma tão real como a maioria dos seres humanos são e tbm nos faz refletir sobre diversas coisa…

[Responder]


25/08/2014 às 12:41
Visitante assíduo e já deixou 34 comentários.

Gente que livro que é esse, eu ainda não tinha ouvido falar dele, mas curti muito a sua resenha, achei ela super profunda, imagino o quanto esse livro deve ser tenso, ver a profundeza do ser humano, seus pensamentos, vixi estou curiosa.
Beijos *-*

[Responder]


25/08/2014 às 15:13
Visitante assíduo e já deixou 20 comentários.

Eu vi o filme e amei (além de ter ficado chocado com muitas cenas), desde então quero ler o livro.Mas imaginei que pudesse ser uma leitura demorada e cansativa :)

[Responder]


26/08/2014 às 09:31
Visitante assíduo e já deixou 110 comentários.

É verdade, Brenda! Como Saramago nos surpreende, nos incita, nos inquieta! Como ele consegue, na sua genialidade, mostrar algo inusitado e questionador numa cegueira coletiva… Raro um livro me manter acordada madrugada adentro e Ensaio foi um desses. Fiquei eletrizada com o caos da situação imposta aos cegos daquele inóspito lugar.
Como precisamos uns dos outros! Como somos cegos nas nossas correrias diárias! Saramago despe o ser humano sem piedade, mas com muita delicadeza explora todas as possibilidades da nossa tão animal natureza!
Belíssima resenha!
Beijooo!

Minhas novas resenhas, dois livros sensíveis, adorarei ter sua opinião:
A verdade sobre nós: Ler para Divertir
A cor do leite: As Meninas que Leem Livros

[Responder]


26/08/2014 às 19:39
Visitante assíduo e já deixou 10 comentários.

Brenda para falar a verdade não gosto de livros assim. Quando eu leio um livro fico inteiramente colado a ele esse assunto de Fome, que durante o livro nos sentimos tão cegos, perdidos e sujos, me faz ver que estou vivendo exatamente aquilo, por isso não me aventuro…
Não vou participar do sorteio mas gostei muito dele…

Abçs :)

[Responder]


27/08/2014 às 12:01
Visitante assíduo e já deixou 15 comentários.

Oi Brenda,
nossa..você pareceu gostar mesmo do livro eiim?
para ser sincera nunca ouvi falar desse autor e nem das obras dele..
não costumo ler livros assim mas o modo como sua resenha me encantou ein…e caramba como o autor escreve bem..um livro cheio de metáforas que nos consegue demonstrar sentimentos.. é como se fosse uma lição de moral.. está ai o problema você precisa de saber nome para poder ajudar? não é assim que as coisas deviam funcionar..devíamos ajudar porque todos nós devemos ser companheiros neh..caramba adoreii viuu’ *–* beiijocaas

[Responder]


28/08/2014 às 15:54
Comentou pela primeira vez, boas vindas!

Nunca li nada sobre ele mas essa resenha me fez querer ler. :D Muito boa parabéns!

[Responder]


01/09/2014 às 03:36
Você já comentou 2 vezes.

Resenha muito bem trabalhada, destacando pontos importantes do livro, nos dando um bom aperitivo e revelando um enredo bem amarrado e cativante, com certeza,vale a pena conferir.

[Responder]


02/09/2014 às 00:00
Visitante assíduo e já deixou 18 comentários.

Nunca li nada do José Saramargo,mas me interessei por Ensaio sobre a Cegueira por causa do filme.Achei o tema muito denso e delicado ao mesmo tempo( e também desesperador,pois ficar cego de uma hora pra outra é lastimavel).

Espero gostar do livro como gostei do filme.

[Responder]


04/09/2014 às 15:56
Visitante assíduo e já deixou 40 comentários.

Não gostei do filme, por isso tenho certa resistência em ler esse livro, apesar de saber ser um clássico que está nos 1001 livros para ler antes de morrer, e que meu irmão leu e recomendou.
A resenha corrobora de ser uma obra-prima.
Se eu ganhar o sorteio lerei com o maior prazer, caso não, vou, talvez, ler Ensaio sobre a Lucidez que meu irmão comprou e diz ser bom para se ler nessa época de eleições.

[Responder]