resenhas category image [Resenha] – 1984, George Orwell 14/08/13

1984_1358464661P
Nome: 1984
Autor(a): George Orwell
Editora: Cia das letras
Número de páginas: 416
Ano: 2009
Avaliação: ★★★★★
Cedido em parceria com a editora Cia das letras

1984 não é apenas mais um livro sobre política, mas uma metáfora do mundo que estamos inexoravelmente construindo. Invasão de privacidade, avanços tecnológicos que propiciam o controle total dos indivíduos, destruição ou manipulação da memória histórica dos povos e guerras para assegurar a paz já fazem parte da realidade. Se essa realidade caminhar para o cenário antevisto em 1984 , o indivíduo não terá qualquer defesa. Aí reside a importância de se ler Orwell, porque seus escritos são capazes de alertar as gerações presentes e futuras do perigo que correm e de mobilizá-las pela humanização do mundo.

Este romance distópico pode ser classificado como um presente que George Orwell (ou Eric Arthur Blair) nos deixou meses antes de vir a falecer, em 1949. Através da história de Winston, um trabalhador comum do Partido que nunca se encaixou de fato em sua própria vida, Orwell descortina uma série de críticas, sátiras e referências a um possível futuro assustador e não tão distante assim.

É no provável ano de 1984 – provável porque até as datas são desencontradas nesta sociedade – que a cidade outrora conhecida como Londres agora é parte do território da Oceania, território este comandado por um governo autoritário, opressivo e de ação nebulosa. Não interessa o fato de a vida parecer pior a cada dia, ou as pessoas se aproximarem cada vez mais da loucura e da histeria coletiva. O que interessa para o Partido é pura e simplesmente o poder. Passado e presente são apenas detalhes mutáveis, assim como fala deve ser restrita apenas às palavras realmente necessárias (e aprovadas) da Novafala. Cada um neste regime tem sua vida milimetricamente observada pelos olhos sempre zelosos do Grande Irmão e do Partido.

Neste momento Winston está à beira de um colapso emocional e físico. E este é o personagem que começará a tecer a trama que permeia todo o livro, suas percepções, sua falta de fé, sua análise crítica das pessoas. Tudo narrado por Orwell de forma pouco bondosa e tão fiel à sujeira da Oceania que ao terminar o capítulo o leitor pode sentir o cheiro de suor, ensopado de repolho e sujeira grudados em sua pele.

1984 é uma leitura ao mesmo tempo grosseira, não há preocupação em manter a sanidade de ninguém aqui, mas ao mesmo tempo enreda detalhes tão sutis que chega a ser vicioso procurar nas entrelinhas o que o autor quis dizer: num momento estamos pensando claramente em nazismo, em outro temos o comunismo da União Soviética e finalmente vemos que se trata de tudo isso ao mesmo tempo. Porém, para tornar ainda mais complexo, o suposto oposto desses regimes, o capitalismo, também não é poupado de críticas e sátiras. Seja na imagem caricata do próprio homem capitalista com sua sobrecasaca e cartola, seja no interesse doentio por mais e mais.

Apaixonante, esta obra mostra uma curiosa preocupação em eleger um herói completamente humano – digo curiosa porque em outras distopias clássicas com as quais já me deparei os autores não buscavam exatamente apontar uma grande personalidade como centro emocional da história. Também existem os elementos essenciais para deixar o leitor sem ar, aqueles momentos críticos de suspense e expectativa em relação à reação dos demais personagens e ao perigo iminente.

Esta é a história dos sentimentos de tensão, paixão e revolta sendo atirados de forma especialmente brutal contra forças implacáveis de um inimigo tão íntimo que chega a ser invisível. Por mais conscientes que os personagens sejam, estarão sempre contaminados pelo efeito do olhar do Grande Irmão. Aqui cada expressão facial, cada engasgo ou suspiro e até mesmo o som dos seus batimentos cardíacos, podem decretar sua sentença, então quando estiver lendo, cuidado.

DESIGN: ★★★★★
IMPACTO: ★★★★★
NARRATIVA: ★★★★★

36 comentários
Postado em 14/08/13 por Laura Abdon



Laura Abdon
21 anos, designer de moda e futura administradora. Leitora de gosto extravagante e crítica além da conta. Tenta não ser muito ácida, nem sempre consegue. Quinzenalmente na coluna Inspiração Literária, acha bem bizarro escrever sobre si na terceira pessoa.
Deixe aqui seu comentário!

CommentLuv badge


36 comentários »
14/08/2013 às 18:59
Visitante assíduo e já deixou 33 comentários.

Vou ser bem sincera, não gostei, realmente não me deu nenhum vontade de ler, simplesmente esse tipo de leitura não me atrai, não que não ache que o livro não seja bom,tanto é que ganhou 5 estrelas em tudo, só não é para mim.

[Responder]


14/08/2013 às 19:10
Você já comentou 2 vezes.

Oi Brenda,
Essa livro é tão bem falado na blogosfera, que imagino que ele deve ser, realmente, muito bom. A história é tão interessante, que não tem como não querer lê-lo.
Sua resenha só aumentou a minha vontade, preciso ler agora.rs!
Beijo

[Responder]

brendalorrainy Reply:

Oi Natália! Na verdade quem escreveu a resenha foi a Laura Abdon. Pois é concordo com você o livro demonstra ser incrível, ele também tá minha na pilha de leitura, a resenha da Laura me deixou morrendo para pega-lo logo. beijo!

[Responder]


14/08/2013 às 19:47
Visitante assíduo e já deixou 41 comentários.

Este livro é um clássico! Ainda não tive a oportunidade de ler, mas estou certa de que vai me agradar muito. Gosto deste toque histórico misturado com distopia, e também adoro esta falta de sutileza (na maior parte) e a forma como a trama mexe com a mente do leitor.
bjs

[Responder]


14/08/2013 às 23:48
Visitante assíduo e já deixou 64 comentários.

Ao final de ler a resenha pensei “NOSSA” haha… Nunca havia lido nenhuma resenha sua, Laura, é a primeira creio eu. E adorei a forma de escrever, contar um pouco mais sobre o livro, enfim… E me deixou bastante curiosa! Ja havia lido uma outra resenha do livro, que também me despertou a curiosidade (Mas lendo a sua, aumentou, triplicou pra falar a verdade). Eu pretendo ler esse livro em breve, adoro distopias! Alguns blogs vão fazer READ-A-THON BR, com tema e o desse mês é o de distopia! To começando a achar que vou participar dessa maratona e tentar ler esse livro! =D

[Responder]


15/08/2013 às 08:52
Visitante assíduo e já deixou 146 comentários.

Ai, não gostei nem da capa nem da trama. Eu gsto de distopias, mas essa realmente não conseguiu despertar meu interesse.
Engraçado que acabei de ler uma resenha que cita este autor. =)

[Responder]


15/08/2013 às 13:07
Visitante assíduo e já deixou 14 comentários.

A resenha ficou ótima. Parabéns! Descreveu exatamente tudo que senti ao ler e tudo que penso sobre o livro. Costumo dizer que quem lê esse livro até o final, muda sua opinião a respeito de muitas coisas e consegue ler qualquer outro livro. rs

Amo esse livro e recomendo.

Tem o filme desse livro no Youtube. Beeem legal como complemento.

[Responder]

laluabdon Reply:

Obrigada, Thaynan!
E, super concordo com você, a leitura de 1984 faz você rever muitas de suas ideias, é o tipo de livro que precisa ser digerido e assimilado… Muito bom, mesmo.
Um beijo.

[Responder]


15/08/2013 às 17:19
Visitante assíduo e já deixou 75 comentários.

Sou doida pra ler esse livro, parece que a leitura é indispensável. O tema já chama atenção e só com a sinopse já dá vontade de ler. Adoro leituras assim, do tipo de livro que te faz ficar doido pra chegar ao fim e se perder lendo, de tão bom que é. Faz pensar e sabe como prender um leitor. Adorei e quero muito ler.

[Responder]


16/08/2013 às 13:38
Visitante assíduo e já deixou 43 comentários.

Como um belo clássico não poderia deixar de ser surpreendente,é o que eu já esperava e que só fez confirmar minhas expectativas após essa brilhante resenha.Parabéns Laura!

Quando estou passando tempo na net,sempre dou uma passadiinha por aqui,mesmo que eu não ande comentando muito ultimamente estou sempre “ligada” no que está rolando por aqui e feliz por acompanhar o crescimento do blog.E hoje não podia ser diferente,mas fui obrigada a parar e comentar..
Bem George Orwell já recebia vários elogios com suas obras lançadas,mas 1984 o consagrou de vez e ronda gerações e gerações de leitores por um livro intelectualmente admirável e de tirar o fôlego!

O poder não corrompe o homem; é o homem quem corrompe o poder – Disse Nietzsche, o que é uma frase muito apropriada para a temática do livro. Ao olhar o passado lembramos vários tipos de governo autoritários,os quais privavam a liberdade integral do homem. Hoje não é muito diferente,apenas mais passivo e camuflado.
Pena que os indivíduos mais reféns do governo,são os menos desinformados,servindo apenas como massa de manobra!

Bom,a resenha só me fez ficar ainda mais ansiosa,pois faz tempo que ele permeia meus pensamentos. Preciso comprar já!!
Bjo’

[Responder]

laluabdon Reply:

Ooi Thaís! Tudo bom?

Aw, que bom que tu gostou da resenha!
E, menine, esse teu comentário que foi brilhante, queria poder dar um milhão de likes nele. *-*

Beeijo.

[Responder]


16/08/2013 às 15:37
Visitante assíduo e já deixou 20 comentários.

Confesso que depois dessa resenha fiquei em dúvida sobre o livro. Gosto de distopias mas essa parece ser muito complexa e cheia de críticas. Vou ler se tiver uma oportunidade, mas ele não entrou na minha wishlist, digamos que não sou boa em ler nas entrelinhas.

[Responder]


17/08/2013 às 01:12
Visitante assíduo e já deixou 214 comentários.

Esse livro parece muito complexo, não sinto vontade de lê-lo… a capa tbm não me atraiu nem um pouco.

[Responder]


18/08/2013 às 00:32
Você já comentou 9 vezes.

Bem interessante esse livro, mas não tenho vontade de ler ele.

[Responder]


18/08/2013 às 10:12
Visitante assíduo e já deixou 65 comentários.

Já tinha visto falar nesse livro, mas acredita que nunca li?! rsrsrs, mas nossa eu acho muito interessante histórias que narram a vida social de outros países, sei lá isso me fascina. E nossa que bom que Orwell conseguiu narrar tudo muito bem né?! Porque tem livros que são baseados em fatos reais, mas o narrador não consegue nem mesmo passar a emoção do momento!!

[Responder]


19/08/2013 às 11:16
Visitante assíduo e já deixou 18 comentários.

Já ouvir falar maravilhas dele, mas eu nunca o encontrei para ler e não gostaria de buscar um e-book por que eu o considero como uma leitura densa. É esse o autor que escreveu a revolução dos bichos? Se for dá para entender que o autor gosta de escrever livros que nos despertam a pensar e procurar a mudar os nossos comportamentos.

[Responder]


20/08/2013 às 11:20
Visitante assíduo e já deixou 223 comentários.

Eu nem consigo acreditar que ainda não li nada do autor, sempre vejo boas críticas e tenho muita vontade de conhecer.
Gostei da resenha, fiquei com mais vontade de ler!
Fernanda Yano postado recentemente..Capa para LivroMy Profile

[Responder]


21/08/2013 às 07:51
Visitante assíduo e já deixou 15 comentários.

Gostei bastante da resenha!
Fiquei com vontade de ler esse livro!!!

[Responder]


21/08/2013 às 17:35
Visitante assíduo e já deixou 72 comentários.

Tenho esse livro já faz algum tempo, mas ainda não o li, assim como outros de distopia….Nunca li uma distopia, então penso, vou começar a ler… Mas aí olho para meus outros livros de outros gêneros e sempre acabo passando-os na frente…Tenho muita curiosidade a respeito desse livro, principalmente pelos relatos de um conhecido, que gostou muito dele…..Deve ser uma história bem densa…..

[Responder]


23/08/2013 às 21:07
Visitante assíduo e já deixou 21 comentários.

Olha, infelizmente terei que ser super sincera! A leitura não me pareceu interessante e no momento não tenho vontade alguma de ler!

Bjs
Michelle Ladislau postado recentemente..{ Parceria } Lu PirasMy Profile

[Responder]


24/08/2013 às 11:16
Comentou pela primeira vez, boas vindas!

Quero muito ler esse livro, minha amigo tem todos os livros desse autor… morrendo de inveja rsrs

[Responder]


24/08/2013 às 15:10
Visitante assíduo e já deixou 21 comentários.

Tenho muita curiosidade pra ler esse livro, já que sei mais ou menos do que se trata, pois é muito comentando, inclusive na minha faculdade de Publicidade, porque o tema relaciona-se, de certa forma, com comunicação. Então já vi vários trabalhos baseados em 1984 e já tenho uma boa noção da história, então pra mim é indispensável ler esse livro, até por ser um clássico e quase todo mundo do meio já ter lido, então é meio que uma necessidade e também uma vontade que eu sempre tive. Ótima resenha, me deixou ainda mais ansiosa pra ler. ;D

[Responder]


24/08/2013 às 20:09
Visitante assíduo e já deixou 45 comentários.

Resenha perfeita! Sou doida para ler os livros do George Orwell e ainda não tive oportunidade. Pretendo ler em breve.

[Responder]


24/08/2013 às 23:29
Comentou pela primeira vez, boas vindas!

Olá!
Adorei sua resenha, você escreve muito bem. No dia de hoje onde revoluções se tornaram constantes em todos os lugares do mundo, livros que se tratam de um sistema injusto chamam atenção, e por isso me interessei pelo livro e o fato do livro parece ser tão interativo deixa mais interessante. Muito bom o blog, bjs!
Andrea Braga postado recentemente..InvejaMy Profile

[Responder]


27/08/2013 às 20:26
Visitante assíduo e já deixou 78 comentários.

Eu li o livro, e cara fiquei chocada a população tão alienada que nao dão razao a sua volta. E qeum descobre isso acaba passando por uma ‘transfusão cerebral’ para voltar a ser o que seus governantes queriam, fiquei muito P*** quando eu li o final.

xx

[Responder]


28/08/2013 às 08:47
Visitante assíduo e já deixou 35 comentários.

O livro é diferente do que estou acostumada a ler, mais gostei muito. Sua resenha me despertou a curiosidade pelos acontecimentos e pela própria história em si. Vou experimentar ler e saber mais desse livro que me encantou. Beijos.

[Responder]


29/08/2013 às 19:42
Você já comentou 7 vezes.

1984 é uma distopia clássica, o tipo de leitura obrigatória para aqueles que só conhecem os livros YAs do gênero.
Não devemos olhar o livro como mais uma história política porque ela vai (muito) além disto.. é um retrato da condição humana ou, como foi muito bem dito na resenha, dos “sentimentos de tensão, paixão e revolta”.

Parabéns pela resenha, Laura! ;)

[Responder]


01/09/2013 às 20:43
Visitante assíduo e já deixou 26 comentários.

Laura!
Li esse livro em 1979 e ficava imaginando quando chegasse 1984 para ver se iria acontecer tudo que tinha no livro. Foi o primeiro dispótico que li (mas na época ainda não tinha essa denominação, era apenas considerado ficção). Orwell tem uma linguagem própria para a época e gostaria muito de poder reler e saber o que sinto agora.
Resenha bem feita e bem analisada, parabéns!
Desejo uma semana de sucesso e um mes iluminado!!
Paz E muita luz!
cheirinhos
Rudy
BLOG ALEGRIA DE VIVER E AMAR O QUE É BOM!
rudynalva correia soares postado recentemente..[DIVULGAÇÃO DE SORTEIOS] BLOG Mulher Única by Su: Eba!! Sorteio!! Duas t-shirt by ViablushopMy Profile

[Responder]

rudynalva correia soares Reply:

Escrevi errado, é DISTÓPICO, OK?

[Responder]


02/09/2013 às 12:14
Você já comentou 4 vezes.

A resenha me deixou mais curiosa ainda pra ler 1984, por ser um clássico e diferente dos YA que todo mundo conhece. Imagino que deve ser um daqueles livros que ficam na sua cabeça por um bom tempo.

[Responder]


03/09/2013 às 01:22
Você já comentou 3 vezes.

Adoro romances distópicos e esse parecer ser incrivel, até porque pelo o que entendi tem um cunho histórico, so ouvi elogios sobre a obra até agora. Qro mto ler!

[Responder]


09/09/2013 às 09:59
Visitante assíduo e já deixou 63 comentários.

Sempre ouvi falar deste livro, mas essa é a primeira resenha que leio sobre ele. Me parece que essa trama tem uma força incrível. A narrativa me parece ser bem tensa e crua, e isso me chama bastante a atenção. Faz muito tempo que quero lê-lo, e espero que seja em breve.

@_Dom_Dom

[Responder]


11/09/2013 às 21:07
Você já comentou 2 vezes.

Faz muito tempo que quero ler “1984″ mas nunca me interessei tanto a ponto de ir comprar mesmo. Mas depois de ler a resenha fiquei super curiosa ♥

[Responder]


15/09/2013 às 17:06
Visitante assíduo e já deixou 26 comentários.

Gente, esse livro parece fascinante! Achei muito interessante e esse autor me intrigou um pouco, meio que me interessei mais pelo o que ele quer mostrar com tudo isso do que a própria história do livro! E a capa, achei muito louca hauadhda

uma ótima resenha, adorei!

[Responder]


15/09/2013 às 18:14
Visitante assíduo e já deixou 15 comentários.

Que coincidência feliz. O livro escolhido para discussão este mês no clube do livro que eu participo aqui na minha cidade é este. Antes da escolha do livro, eu não o conhecia. Nem mesmo o autor. Fiquei super curioso e intrigado. Ainda não comprei o livro, está muito caro. haha

[Responder]


18/09/2013 às 22:35
Você já comentou 4 vezes.

Sempre tive certa curiosidade de ler esse livro, pois tem muita gente que fale bem dele e diz que tem uma temática interessante. Mas sinceramente, depois da resenha, fiquei com um pé atrás, pois dá a impressão de que o livro é bem político.

Enfim, não sei, só tentando ler para descobrir.
Luciana Brito postado recentemente..50 tons de rapidinhaMy Profile

[Responder]