resenhas category image [Resenha] Morra por mim, Amy Plum 25/07/13

MORRA_POR_MIM_1372086537P
Nome: Morra por mim, Revenants #1
Autor(a): Amy Plum
Editora: Farol
Número de páginas: 424
Ano: 2013
Avaliação: ★★☆☆☆
Cedido em parceria com a editora Farol.

Depois que seus pais morrem em um acidente de carro, Kate e sua irmã, Georgia, vão morar com os avós em Paris. Enquanto Georgia encontra na balada a cura para sua tristeza, Kate é mais introspectiva e se recusa a sair e se divertir, até resolver ir para um café com seus livros para tomar um pouco de sol. Ela conhece Vincent, um belo e misterioso garoto parisiense. Ao se relacionar com o menino e descobrir sua história, Kate tem que escolher entre deixar sua paixão de lado e seguir a vida em segurança, e assumir seus sentimentos e toda a complicação que seria namorar alguém imortal e com inimigos, e mudar para sempre sua vida.

Eu sabia que existia algo diferente em Vincent. Eu tinha sentido isso, mesmo antes de eu ver sua foto no obituário. Era algo distante de mim, e muito obscuro para eu conseguir entender. Então eu ignorei. Mas agora eu vou descobrir quem ele é.

Ultimamente tenho evitado ler sinopses de livros, um bom hábito que tem me rendido leituras mais ávidas e pausas menos frequentes. Dessa forma, comecei de maneira bem despretensiosa Morra por mim, não possuindo ideia sobre o rumo do seu desenvolvimento.

O enredo tem início com a mudança de Kate e a irmã Georgia para a casa do avós em Paris após a morte dos pais, e me fisgou de modo brando de início. Como a perda da família foi muito traumática, ao seu modo as meninas vão tentando seguir em frente. Enquanto para Georgia isso resulta em saídas para festas e mais festas sem pausas, Kate toca sua a vida lendo em cafés e frequentando museus.

A monotonia tem fim quando Kate começa a encontrar, coincidentemente, o mesmo enigmático garoto em vários lugares. Depois do primeiro contato mais estendido (e traumático) com Vicent, todavia, ela realiza uma pesquisa escolar e encontra um retrato dele num livro. A notícia datada há mais de 50 anos atrás o apresentava como Jacques Dupont, um bombeiro morto em um incêndio após o salvamento de vítimas num prédio. E é nesse momento que Kate entra em estado de consternação.

No âmbito literário atual é quase impossível encontrar um livro cuja história seja livre de características clichês, em tal caso que vez ou outra nos deparamos com um “ei já vi isso em algum lugar”, “opa esse personagem me lembrou aquele outro”. Mas durante Morra por mim isso soou como uma música constante e pouco estimuladora para meu desânimo. Parecia que o livro era um amontoado de cenas que eu havia presenciado em outras histórias, elemento batidos e personalidades conhecidas num conjunto desafinado. Praticamente uma colcha de retalhos em construção.

Outro ponto que me incomodou foi a quebra frequente do texto. Os capítulos eram curtos e muitas vezes divididos sem motivos. Isso me deixava distante do personagens, desconectava a coesão da história. Além de aumentar a sensação dos fragmentos querendo formar um todo.

Em contrapartida achei válida a ambientação do livro, adorei conhecer Paris nos seus becos e ruelas, pontes e museus. Esse pano de fundo foi o que estimulava e animava a prosseguir, o elemento que me agarrei copiosamente. A fantasia por sua vez também tinha lá seu pontos altos. Na verdade, o que me desestimulou tanto foi a insegurança da personagem principal e como isso repercutia no romance negativamente. O relacionamento deles era água-com-açúcar, meloso e sem química. Como ponto principal da história não era um alicerce suficientemente carismático, quem dirá inovador. Na verdade, como citado no parágrafo acima, devo frisar o nem um pouco inovador.

Em poucas palavras Morra por mim não foi uma leitura fácil. O grande acúmulo de livros do mesmo gênero lidos me fez apurar o gosto crítico, eu preciso de novas perspectivas para me sentir satisfeita. Para muitos talvez ele funcionaria facilmente, como decerto percebi blogosfera à fora. Então se você não se importa com os elementos citados anteriormente pode arriscar dar uma chance. Quem sabe ele não funciona para você?

DESIGN: ★★★★½
IMPACTO: ★★☆☆☆
NARRATIVA: ★★★☆☆

15 comentários
Postado em 25/07/13 por brendalorrainy



brendalorrainy
19 anos. Criadora do CDI é estudante de administração com inclinação para o setor editorial. Tem uma queda por felinos, por quadrinhos e pela combinação tinta e papel. Adora criar metas o tempo inteiro e estranhamente odeia dormir. Também detesta café, tem tendência ao caos e morre de medo de altura. É viciada em Friends e em qualquer coisa que a faça rir.
Deixe aqui seu comentário!

CommentLuv badge


15 comentários »
25/07/2013 às 09:13
Visitante assíduo e já deixou 41 comentários.

A premissa da história é bem interessante, mas pela sua resenha não fiquei com uma boa impressão do livro. Realmente um amontoado de clichês não é atraente, assim como a quebra desnecessária de capítulos (e olha que eu gosto mais de capítulos curtos.. desde que com sentido, claro).
Não me interessei e não pretendo ler.
bjs

[Responder]


25/07/2013 às 09:19
Visitante assíduo e já deixou 14 comentários.

A capa e sinopse deste livro o vendem, com certeza. Mas, li várias resenhas que contrariavam as expectativas. A sua é uma das mais bem elaboradas sobre os motivos para que Morra Por Mim seja decepcionante. Ao que parece, a ideia se tornou clichê e a autora não de conta de narrar os fatos de maneira a aguçar a curiosidade do leitor, mantendo um ritmo de leitura que agrade. Essas quebras de capítulo, cara, odeio isso. É preciso ter certo suspense! É preciso sentir aquela sensação: “Meu Deus, e agora?” ao virar a página para o capítulo seguinte.
Ótima crítica.
Francine Porfirio postado recentemente..O que você pede dos outros é justo em relação ao que oferece?My Profile

[Responder]


25/07/2013 às 09:26
Visitante assíduo e já deixou 146 comentários.

Caramba Brenda. =(
Tava apostando tantas fichas nesse livro, agora fiquei até sem chão.
Sei nem o que comentar agora… parece que você tirou o doce da criança.
Mas quem sabe, mais para frente eu não resolva dar uma olhada…

[Responder]


25/07/2013 às 12:58
Visitante assíduo e já deixou 64 comentários.

Eu gostei da sinopse quando li (As vezes as sinopses passam a mensagem errada né? kk), não havia lido nenhuma resenha até agora. Eu gosto de clichês, mas muito assim deve dificultar um pouco a leitura. Esse ponto não me cativou não. Não sei se lerei o livro, ele já não estava na lista de desejados, tampouco tinha vontade de lê-lo. Só havia gostado da sinopse mesmo, mas depois da resenha fiquei com o pé atrás.

[Responder]


25/07/2013 às 18:40
Visitante assíduo e já deixou 72 comentários.

Eu li a sinopse desse livro e muito me agradou…. Também gostei da capa, do título, de onde a história foi ambientada…. Fiquei morrendo de vontade de ler o livro e confesso que criei uma grande expectativa quanto ao enredo…. Mas, agora, lendo sua resenha, fiquei um pouco receosa – casal sem química, insegurança da personagem……Hum, não gostei….. De qualquer forma, acho que irei dar uma chance à história, mas vou deixar a poeira abaixar, e não vou correr para comprar esse livro imediatamente, como já havia me programado…. Vou passar outros na frente…..

[Responder]


26/07/2013 às 10:10
Visitante assíduo e já deixou 223 comentários.

Eu adorei a capa desse livro e estava super empolgada pra leitura.
Continua na minha lista de desejos, mas vou mais devagar agora, sem essa grande expectativa de antes. Alguns pontos citados na resenha me desanimou um pouco, não gostei.
Mas a ambientação do livro é ótima, gostei desse aspecto.
Fernanda Yano postado recentemente..Capa para LivroMy Profile

[Responder]


27/07/2013 às 13:00
Visitante assíduo e já deixou 62 comentários.

As histórias dos livros estão cada vez mais batidas…isso cansa o leitor.
A premissa desse livro parece interessante, mas pelo visto tem muitos aspectos clichês. Sem contar a falta de química dos personagens.
Beijos!
Aline Gonçalves postado recentemente..Chegou no Livros y Viagens #11My Profile

[Responder]


27/07/2013 às 23:38
Visitante assíduo e já deixou 14 comentários.

Ah, estava com tanta tanta tanta vontade de ler esse livro >< A sua resenha e no site da Cibele (Eu Leio, Eu conto) foram as únicas negativas que vi até agora, mas até então, a sua citou um ponto que me preocupou MUITO: a quebra de texto de forma abrupta. Acredito que esse será um ponto negativo pra mim tbm, uma vez que vc disse que não tem razão de ser (quando é pra dar um mistério, a gnt até perdoa, rs).

Bom, vou come menos sede ao pote agora. Excelente resenha, Brenda! :)

Beijos!
Lygia – Brincando com Livros
Lygia postado recentemente..[Resenha] O Aprendiz: As Aventuras do Caça-Feitiço – Joseph DelaneyMy Profile

[Responder]


29/07/2013 às 13:42
Você já comentou 6 vezes.

Eu achei a capa linda e a sinopse super interessante..pois fala sobre a superação da morte de entes queridos…Mas, quando fui pesquisar a opinião de quem já leu..percebi que assim como você muitos não gostaram do livro e viram esses clichês e semelhanças com outros livros… Ainda não sei se darei a oportunidade à ele, mas vai pra lista..quem sabe.
Parabéns pela resenha.

[Responder]


29/07/2013 às 21:41
Visitante assíduo e já deixou 214 comentários.

O livro até parecia legal até ler seus comentários sobre o livro,kkkkk…. não senti vontade de lê-lo, apesar da capa ser lindaaaa. Bjos

[Responder]


29/07/2013 às 23:23
Visitante assíduo e já deixou 25 comentários.

Vi todos os livros e achei q só a capa laranjinha que nao será bonita rs, aquele efeito lindo dos livros dos galhos ao redor do corpo dela nao deu mt certo, ficou feio. Conheci a serie mt mais agr e achei ela bem interessante. Um amor bem intenso ne? o que mais me atraiu foi Die for Her, quero ler tdos p chegar nesse !!!! :D

[Responder]


31/07/2013 às 13:15
Visitante assíduo e já deixou 15 comentários.

Adorei a capa, so por ela ja compraria esse livro.
E a sinopse tambem me deixou curiosa!!!

[Responder]


31/07/2013 às 22:51
Visitante assíduo e já deixou 45 comentários.

Desde a primeira vez que vi não me interessei por esse livro e depois de ler a sua resenha só me desanima mais ainda.bjs

[Responder]


04/08/2013 às 11:45
Visitante assíduo e já deixou 75 comentários.

Eu li faz um tempo e adorei o que vi. A história é fofa, gostei da ideia e com um lugar desses não tem como não se apaixonar. Nem que seja pelo lugar que se passa xD
Querendo conferir os próximos agora.

[Responder]


16/12/2013 às 15:17
Visitante assíduo e já deixou 39 comentários.

[…] O que acontece, na minha opinião, é que muitos autores preferem seguir um caminho mais fácil, que já deu certo, ao invés de inovar. Ou seja: Morra Por Mim possui todos aqueles elementos já conhecidos por nós que lemos Meg Cabot e Stephenie Meyer na adolescência. Como a Brenda, do Catavento de Ideias, definiu: o livro é como uma colcha de retalhos. […]