listas-2 category image As 12 melhores lembranças literárias 09/06/13

Depois de tantos anos vivendo entre livros é inevitável não acumular algumas lembranças marcantes. O post de hoje vai ser sobre elas. São momentos que me enchem de nostalgia, e minha mente vaga feliz por recordar deles. Nesse caso todos ligados ao ambiente livresco. Como lembro gostar de ler desde que lembro existir, minha lista fluiu facilmente. Vamos a ela?

Bookish_wallpaper_by_sketchingserendipity

1- Minha primeira compra no Submarino

Acumulei dinheiro por meses, era uma pessoa muito organizada nesse período (bons tempos). Eu não tinha ideia do que fazer com as economias, mas quando conheci o site do Submarino e a magnífica promoção da coleção de Harry Potter por apenas R$80 tinha absoluta certeza onde investir. De quebra comprei Lua nova e Eclipse no mesmo pacote. A espera foi longa demais para quem nunca tinha comprado nada virtualmente, mas quando chegou a caixa gigantesca tudo valeu a pena. Nem me importei da coleção do Harry ser econômica, eles me pertenciam e eu finalmente podia reler quantas vezes quisesse.

2- Terminei de ler O menino do dedo verde

O_MENINO_DO_DEDO_VERDE_1359843993P
Esse é simplesmente um livro incrível, e a minha pouca idade quando fiz a leitura me deixou extasiada com a historia. Ele é triste e doce, simples e profundo. De maneira nenhuma um livro infantil. Ele aparenta ser infantil, tem uma história infantil, mas mensagens que ultrapassam as barreiras da idade para qual é proposto. Não dá pra esquecer o vazio que senti quando a história terminou, relembro como se fosse ontem o exato momento que tive que chamar minha mãe, porque o que eu sentia era complexo demais para estar sozinha.

3- Li 28 livros nas férias

Sim! Esse foi um mês muito feliz. Eu costumava ir ao sebo com minha mãe e comprar livros a R$2 da coleção Vaga-lume. Era julho e eu não tinha absolutamente nada para fazer além de ir para a natação todos os dias. Então o ritual era acordar, ler um livro e seguir para natação. Voltar, terminar o começado, ou iniciar outro. Ninguém acredita muito quando eu digo, mas é a verdade. Os livros tinham cerca de 200 páginas e uma linguagem fácil, sempre li rápido, não era nada demais.

4- Quando conheci a série os Karas

a-droga-da-obediencia_MLB-F-224531614_9558
Pedro bandeira entrou na minha lista de leituras por acaso, eu tinha que fechar um pacote com o homem do sebo e acabei incluindo A droga da obediência numa edição tosca por acaso. Qual não foi minha surpresa ao terminar a leitura estar totalmente maravilhada com aqueles personagens? E a segunda surpresa de voltar ao sebo e descobrir que na verdade era uma série e eu podia me deliciar mais um pouco com a história? Depois de Harry Potter era a primeira vez que eu me via ansiando por outros volumes, eles eram perfeitos para tirar a enorme expectativa entre um lançamento e outro de da tia J.K.

5- Fiz a primeira compra numa livraria

Eu ia esporadicamente a livrarias com minha mãe, o foco mesmo eram os sebos. No dia que entrei na enorme Siciliano (sim ainda existiam livrarias físicas Sicilianos nessa época) e minha mãe disse que eu podia escolher um livro fiquei perdida. Eram tantas opções, tantas possibilidades! Eu não acompanhava os lançamentos ou fazia lista de desejados, lia o que tinha em casa ou encontrava no sebo. Era um sonho. Minha mãe me deixou sozinha no setor infanto-juvenil e foi vagar pelas outras áreas. Meia hora depois ela estava de volta e eu não havia escolhido. Sério. A moça da loja precisou me ajudar! O resultado não poderia ser melhor: saí de lá com Desventuras em série, mau começo, sob olhares péssimos da minha mãe que dizia que eu só gostava de livros melancólicos e depressivos. Bah, tinha culpa de ler muitos Agatha Christie que eram recheados de assassinato? Quer dizer ela que comprou pra mim e alimentou o gênero. É divaguei… mas aquele dia foi realmente indescritível. Comprar um livro novinho numa livraria pela primeira vez foi mais do que maravilhoso. Ainda mais quando livro em questão me apresentou uma das minhas séries favoritas até hoje. Se a livraria ainda existisse eu voltava lá pra dar um abraço da moça que me ajudou.

6- O dia que me dei conta que gostava de Harry Potter mais do que imaginava

tumblr_lqtp6f3VMT1qdvi7fo1_500
Era uma tarde como outra qualquer e eu estava relendo Harry Potter (já com os meus livros da compra no Sub). O Cálice de fogo sempre me deixava empolgada, mas nesse dia tive um sentimento único. Eu estava tão maravilhada com a história, me sentia tão próxima de tudo. Me sentia tão em casa. Parece bobo contando assim, mas é um dia que não me sai da mente. Aquilo que senti, como se tudo aquilo fosse real e eu integrasse a história, fizesse parte dela também. É difícil definir, porque era um misto de amar a leitura, amar o que ela me proporcionava, aliada ao sentimento de êxtase de um enredo. Restou-me ficar abraçada com o livro um tempinho. Foi um dos momentos mais felizes da minha infância.

7- As idas a Bienal com minha mãe

277183_135918306483952_1168818_n


Minha mãe é professora e sempre ganha aquele cartão do governo com bônus. Lembro-me de adorar ir a bienal com ela, ela sempre me deixava gastar a maior parte do dinheiro me alimentando de maravilhosas histórias. Obrigada mãe.




8- O dia em que conheci a blogosfera literária

Acho que muita gente já conhece essa história, mas deixem-me repeti-la mais uma vez. Lá estava eu em janeiro de 2011 no Tumblr, o vício do momento. Fazendo nada mais uma vez, quando uma menina compartilhou uma imagem do blog literário dela. O Ratas de biblioteca. Eu simplesmente entrei e não podia acreditar, fui entrando em outros blogs na aba de parceiros e o que estava acontecendo era simplesmente bom demais para ser verdade. Como assim existiam leitores como eu? Em que mundo paralelo eu entrei que de repente havia tantas pessoas tão parecidas comigo? Nada supera aquele feeling momentâneo de identificação com o mundo. Nada.

9- A criação do Catavento de ideias

É claro que quando conheci a blogosfera eu não conseguia apenas assisti-la, eu precisava integra-la também. No mesmo dia decidi que precisava ter meu próprio blog. Aprender tantas coisas e executar tudo mostrou-se difícil. Mas o dia 27 de setembro de 2011 foi o início de uma era bem mais completa da minha vida. Vez ou outra tenho acessos de felicidade só de lembrar que esse projeto é fruto do meu esforço e dedicação.

10- A leitura das últimas páginas Noite sem fim da Agatha Christie

NOITE_SEM_FIM_1327632574Mini

Choque, horror, lágrimas. As últimas páginas desse livro não saem da minha mente até hoje. O entendimento da história me proporcionou um choro compulsivo que durou horas. Hoje ele figura no top 5 de livros favoritos.




11- A caça aos livros dentro da minha própria casa

Minha casa sempre foi um lar de livros. Pilha e pilhas espalhadas por todos os cantos possíveis. Vez ou outra sempre encontrava um livro do meu interesse. E a sensação era mágica. Foi assim com O Diário de Anna Frank, Marina do Carlos Heitor Cony e Pollyana.

12-Recebi um livro autografado pelo autor

Quando recebi um recado do Mauricio Gomyde pelo Skoob oferecendo o livro Um mundo de vidro dele autografado foi alegria demais. Eu não conhecia nenhum autor brasileiro e a sugestão gentil do Mauricio e o dia que o livro chegou aqui em casa figuraram junto das memórias felizes. Mesmo que exista uma mancha nessa memória quando lembro que o cachorro da minha madrinha mordeu a capa dele…

-

Quais os momentos favoritos de vocês em relação ao ambiente literário?

50 comentários
Postado em 09/06/13 por brendalorrainy



brendalorrainy
19 anos. Criadora do CDI é estudante de administração com inclinação para o setor editorial. Tem uma queda por felinos, por quadrinhos e pela combinação tinta e papel. Adora criar metas o tempo inteiro e estranhamente odeia dormir. Também detesta café, tem tendência ao caos e morre de medo de altura. É viciada em Friends e em qualquer coisa que a faça rir.
Deixe aqui seu comentário!

CommentLuv badge


50 comentários »
09/06/2013 às 22:47
Visitante assíduo e já deixou 64 comentários.

Que lindo isso Brenda, sério mesmo! Iniciei a leitura também comprando livro pelo Sebo. Eu estudava em escola particular na época, e os livros era carérrimos e então recorria ao sebo. Até que uma vez uma professora de história mandou lermos Dom Casmurro, como conhecia o Sebo, recorri a ele pra comprar o exemplar. Já a primeira vez que fui na Bienal, foi ano passado! Fiquei maravilhada, mas estava sem dinheiro. Era o último dia da Bienal, e só fui lá porque a Globo fez um aulão, o famoso “Aulão da Globo” que é no Chevrolet bem do pertinho do Centro de Convenções! Então eu e mais duas amigas, depois que assistimos o aulão fomos pra lá! Esse ano, pretendo ir e fazer muitas compras! Você falando sobre o livro autografado, lembrei dos dois únicos livros autografados que tenho. Que são Perdida e Procura-se um marido da Carina Rissi! Meus xodós! rs

É tão bom essa nostalgia né?! <3

[Responder]

brendalorrainy Reply:

Kamilla essa nostalgia é maravilhosa! Bateu uma saudade imensa quando fui enumerando os tópicos. Que bom que você gostou tanto do post. :D
E não sabia que você era daqui de PE! Você encontrou a autora Carina Rissi por aqui? Invejinha branca de você, adoraria ter os livros dela e ainda mais autografados.

Beijo <3

[Responder]

Kamilla Evely Reply:

Pois é, sou daqui tb! heheheh Adorei o post mesmo, Brenda! Parabéns de verdade! Não encontrei ela por aqui não, eu ganhei os dois livros… kk, milagres acontecem! hsuahsuahs Beijo gatona =)

[Responder]


09/06/2013 às 23:19
Você já comentou 6 vezes.

Poxa Brenda, que lindas memórias! E entendo muito bem justamente porque temos muitas delas em comum, o menino do dedo verde, a droga da obediência, Harry Potter! Também me identifico com esse momento mágico, quando você não tem como explicar, mas sabe que faz parte do mundo da leitura, também aconteceu comigo de uma maneira muito forte em HP.
Apesar de ter entrado no mundo da blogosfera literária há pouco tempo, fico tão feliz em saber que existem mais pessoas por aí, que também tem memórias tão boas quanto as que eu tive.
Você tem uma forma de escrever muito boa, já pensou em escrever um livro?
Dê um beijo na sua mãe. Ela é linda por ter te incentivado desse modo. ;)

[Responder]

brendalorrainy Reply:

Awn você entende o sentimento! E também leu o Menino do dedo verde <3.

Obrigada pelo elogio! Eu já pensei em escrever um livro, tenho algumas ideias, mas que por enquanto permanecem só na minha cabeça mesmo. Talvez algum dia eu passe pro papel. Mas queria ter algo mais palpável antes de começar.

Vou dar um beijo nela sim!
Beijão.

[Responder]


10/06/2013 às 00:11
Visitante assíduo e já deixou 53 comentários.

Que lembranças lindas, Brenda! Obrigada por compartilha-lhas conosco.
Tbm me lembro da primeira vez que comprei livros no sebo. Estava com o meu irmão e comprei 3 livros com a ajuda de uma pessoa do sebo rs Dois dos livros comprados (A menina que roubava livros e A sombra do vento) se tornaram um dos meus favoritos! =)
Outros momentos mágicos foram as idas a Bienal do livro em São Paulo =) A busca por AQUELE livro, as visitas as editoras favoritas e guardar folhetos e marcadores, não tem preço!

[Responder]

brendalorrainy Reply:

Pamela eu que agradeço pelo seu comentário aqui! Pelo visto você fez ótimas compras já de primeira. Eu amo A menina que roubava livros e tenho uma amiga que considera A sombra do vento seu livro favorito, não é a toa que acabei comprando ele esta semana. Realmente se a Bienal daqui de PE já é um sonho pra mim, quem dirá a de São Paulo? Por curiosidade, onde você mora?

Beijão!

[Responder]


10/06/2013 às 00:45
Visitante assíduo e já deixou 31 comentários.

Certas pessoas amam música, outras amam algum esporte, amam dançar, atuar, ou escrever, mas é realmente excepcional (e mágico) ver alguém que ama ler. Não digo isso somente em terceira pessoa, mas digo isso em primeira. Ser leitor nos proporciona lembranças, como as suas, não só das histórias em si, não somente das nossas viagens para dentro das páginas de um livro, mas sim, lembranças de lições que carregamos junto de nós, lembranças que ditam uma carreira, como a sua Brenda, de se blogueira. É bonito ver algo assim, certas experiências que a cultura dos livros nos proporciona, vão além, muito além, do que meras palavras de uma história. É realmente emocionante (pelo menos, foi para mim) ler relatos como esse seu, sabendo que um livro não influencia a vida de alguém, ou o seu “eu próprio” apenas enquanto a leitura está andando, contudo, além dela. Amei o post, grande beijo!

[Responder]

brendalorrainy Reply:

Eduarda considero a sensação mágica também, assim como encontrar pessoas que compartilham dos mesmos sentimentos que eu. Seu comentário foi muito gratificante e inspirador. Mesmo.
Um beijão pra você.

[Responder]


Tay
10/06/2013 às 01:47
Visitante assíduo e já deixou 19 comentários.

Ai, que bacana! Deu vontade de fazer um post assim, vou pensar no caso.
Beijos!
Tay postado recentemente..Livro x Filme: “Eu receberia as piores notícias dos seus lindos lábios” #1My Profile

[Responder]

brendalorrainy Reply:

Oi Tay, feliz que gostou do texto <3
Beijoo.

[Responder]


10/06/2013 às 02:52
Visitante assíduo e já deixou 18 comentários.

É realmente incrivel como o mundo da leitura pode mudar completamente nossas vidas! Por mais que minhas memorias não sejam as mesmas que as suas ambas são imensamente importante para nós! e até hoje me recordo a emoção de ler Harry Potter e a Pedra Filosofal pela primeira vez, não foi o meu primeiro livro mas foi ele que me transformou e trouxe o amor pela leitura!

VIVA OS LIVROS E A IMPORTÂNCIA DELES!

[Responder]

brendalorrainy Reply:

Tamires Eu não lembro quando li Harry Potter da primeira vez, é uma lembrança que sinto muito ter perdido, mas é como você disse cada um de nós tem as próprias memórias e todas são especiais da mesma forma. Marcantes demais. Viva com certeza aos livros e a maravilhosa vida que eles nos proporcionam.
Beijo pra você. <3

[Responder]


10/06/2013 às 07:36
Visitante assíduo e já deixou 110 comentários.

Que delícia de post! Palmas! Palmas!
Viajei com você aqui… só quem ama livros pode compreender as sensações incríveis que nossa relação com os livros trazem…
Vamos às minhas! Não tenho blog – nem pretendo, isso dá muito trabalho! rs – e esse espaço aqui é valioso pra abrir o coração.
Minhas primeiras lembranças literárias são de quando ainda nem sabia ler, rabiscava meus contos de fadas e ficava imaginando as histórias por trás daquelas imagens… Meu pai tinha uma coleção capa dura de miniaturas de poesias, então eu pegava um daqueles livrinhos e fingia que estava lendo, sussurrando como se lesse pra mim mesma, rsrs, querendo impressionar as visitas.
Não foi à toa que, ao aprender a ler, devorava livros. E sempre que me perguntavam o que queria de presente, a resposta era a mesma: livros, por favor!
Sua lembrança da Coleção Vagalume é minha tb! A escola me apresentou ao ‘Dinheiro do Céu’ e depois desse, li quase todos da coleção. Nas férias, adquiria novos e relia os melhores.
Gostava tanto de ler que, ao comprar o livro de Português a cada ano, sempre devorava todos os textos que me interessavam… nem o livro didático escapava…
Hj leio menos do que desejo, mas sempre estou lendo. Gostaria de ler mais rápido, mas a correria diária e as ‘multicoisas’ que tenho a fazer interferem na minha concentração. De qualquer forma, se consigo ler dois por mês está ótimo.

[Responder]

brendalorrainy Reply:

Manu que bom que meu post te contagiou tanto!
Que lembrança linda dos contos de fada, me lembrou quando eu lia um volume de contos de fadas desconhecidos também.
Acho que a coleção vaga-lume realmente marcou uma geração e nos fez criar gosto pelo mundo da leitura! Você parece ter sido uma criança muito esperta.
Eu não tinha problemas com os paradidáticos também, o que era uma coisa muito boa! Todo mundo sofrendo enquanto estávamos lendo felizes os livrinhos. haha
Obrigada por dividir suas lembranças comigo <3
Beijo gigante!

[Responder]

Manu Hitz Reply:

Realmente, a Coleção Vagalume atravessou gerações, pq tenho idade de ser sua mãe, hahaha! Uma mãe bem novinha, claro, rsrs…
Até meu filho leu, linda.

Esse post foi perfeito!

[Responder]


10/06/2013 às 16:53
Visitante assíduo e já deixou 18 comentários.

Nossa! Eu gostei muito desse post. O seu blog é realmente ótimo, todo o design que ele apresenta. E você se expressa muito bem. Você já pensou em escrever um livro? Já pensou que você poderia criar também? Foram tanto livros, não é?
Esses dias eu estava lendo uma entrevista da Verônica Roth que também devorava livros. Foram 28 livros, parece impossível, mas eu acredito.
Na minha cidade nunca teve sebos ou livrarias, então eu aproveitava a biblioteca da escola que era ótima. No recreio em vez de me sociabilizar com meus colegas eu ficava na biblioteca, não tinha lugar melhor. Não me lembro do primeiro livro que eu li, mas me lembro de ler A Moreninha, O Guarani. Livros indispensáveis.
Quando eu entrei para a faculdade meu lugar era na biblioteca, mas eu não pude usufruir como eu queria, era muito trabalho para fazer.
Meu gosto pela leitura apareceu de novo só a pouco tempo. Eu tinha parado ler, mas só depois que eu li a trilogia Jogos Vorazes que redescobri como é bom ler história de ficção. Bom, vou parar por aqui, e até a próxima.

[Responder]

brendalorrainy Reply:

Oi Regilene, agradeço muitíssimo pelo elogio! Eu penso em escrever um livro sim. Mas são projetos futuros porque ainda não tenho uma ideia amadurecida. Foram muitos livros mesmo, às vezes nem eu acredito na quantidade somada todos esse anos.
O legal era que sua escola tinha uma biblioteca legal para você poder usufruir, as escolas que estudei nunca tiveram. Acho que para equilibrar já que eu tina o sebo né? Também tenho recordações de passar o recreio lendo. <3
Que bom que seu gosto pela leitura voltou de novo. Acho que é comum passarmos algum tempinho afastada deles mas sempre acabamos voltando né?

Beijo pra você!

[Responder]


10/06/2013 às 17:02
Visitante assíduo e já deixou 72 comentários.

Humm….Infelizmente, minha paixão e vício pelos livros é bem recente, mas mesmo quando detestava ler livros para a escola, alguns me trazem boas lembranças….. Alguns livros da coleção Vaga-Lume realmente foram ótimos, bem como alguns títulos que li desses autores: José Mauro de Vasconcelos, Jorge Amado, Rubem Fonseca, Érico Veríssimo, Roberto Drummond…… Gostaria muito de ter sido incentivada a ler desde cedo, e não encarar a leitura como obrigação….. Quanto tempo perdi!!!!! Mas finalmente estou correndo atras do prejuízo e adorando….. São tantas histórias, emoções e conflitos vivenciados…..

[Responder]

brendalorrainy Reply:

Oi Ana! Nunca se é tarde para pegar gosto pelos livros. No futuro você vai recordar os tempos que está vivendo agora. A coleção vaga-lume é realmente marcante na vida de muita gente, os livros são realmente maravilhosos para tirar aquele peso de leitura por obrigação.
Obrigada pelo comentário, beijão!

[Responder]


10/06/2013 às 18:24
Você já comentou 8 vezes.

Que amor Brenda! Eu também tenho muitas lembranças literárias, principalmente das minhas aquisições e de personagens marcantes. São lembranças misturadas a emoções e sentimentos que vou levar sempre comigo :)

[Responder]

brendalorrainy Reply:

Oi Carol!
Ler sempre nos garante bons momentos né? Eu não imaginava que tinha tanto até começar a passar pro papel.
Beijo pra você!

[Responder]


10/06/2013 às 19:03
Visitante assíduo e já deixou 146 comentários.

Bem legais suas lembranças!!!
Tb me lembro da empolgação que senti ao descobrir duas caixas com livros no quartinho da bagunça, tirei a poeira de todos e li um por um, às vezes lia dois no mesmo dia, aiii que alegria.
Também adorava sumir entre livros quando saia com minha mãe. Ainda hoje sempre que vou ao shopping passo nem que seja na frente para espiar os destaques.
Vou anotar esse título da Agatha pois ainda não li e adooooro a escrita dela.

[Responder]


10/06/2013 às 20:01
Visitante assíduo e já deixou 75 comentários.

Que fofo receber o livro autografado! Ah eu queria! Deve ser tão legal você ter lá na sua estante o livro com o autografo. Queria ter um de um escritor que gosto muito, mas só nas Bienais da vida é que conseguiria, e sempre é difícil de ir pra mim – longe!
Ah eu com mãe professora me levando, pirava demais! Isso é que é ter sorte. Bienal deve ser tipo um parque de diversões pra nós leitores né, toda alegria vendo aqueles “brinquedos” lindos *-*

[Responder]


11/06/2013 às 21:05
Você já comentou 2 vezes.

Fiquei simplesmente emocionada com seu post… Eu me vi em algumas situações, mas especialmente lembrei de tudo que EU já vivi no mundo literário.
Parabéns pelo post!!!

[Responder]


11/06/2013 às 21:06
Você já comentou 2 vezes.

Fiquei simplesmente emocionada com seu post… Eu me vi em algumas situações, mas especialmente lembrei de tudo que EU já vivi no mundo literário. E foram tantas lembranças!!
Parabéns pelo post!!!

[Responder]


12/06/2013 às 10:37
Visitante assíduo e já deixou 59 comentários.

Que lindo seu post, eu me lembro da primeira vez que entrei numa livraria para comprar meu primeiro livro..meus pais não incentivavam a leitura :( a primeira vez que comprei um livro e não emprestei de uma biblioteca eu ja era adulta..meus filhos tinham livros desde que nasceram rs.
E o mundo da blogosfera literaria também marcou, pois fiquei sabendo de muitos livros que nunca iria parar para olhar duas vezes.
beijos.

[Responder]


12/06/2013 às 12:44
Visitante assíduo e já deixou 29 comentários.

Que lindeza Breen! O mundo literário é realmente uma aventura que nos rende bons momentos e lembranças inesquecíveis né! Um dos dias mais marcantes para mim foi quando eu soube da blogosfera também, dei de cara com o blog Open Page na Capricho! Hoje sou colunista lá! Outra boa lembrança são os primeiros elogios ao blog, da primeira parceria e quando eu conheci e comecei a ler os livros da autora Danielle Steel! Quando li EM algum lugar do passado também foi um marco, fiquei dias chorando com o final do livro! Enfim, livros já fazem parte da nossa vida né!
Geovanna Ferreira postado recentemente..Especial dia dos namorados: as curiosas pontes do cadeado e sua origem literária!My Profile

[Responder]


12/06/2013 às 16:50
Visitante assíduo e já deixou 10 comentários.

Nossa Brenda, quando comecei a ler lembrei também das minha melhores experiências literárias, algumas bem parecidas com a suas. A minha primeira compra de livro pelo submarino também foi inesquecível, depois de tanta ansiedade quando chegou o livro As Crônicas de Nárnia(livro que eu comprei pelo sub) a felicidade foi imensa. Também teve um livro que li quando tinha aproximadamente 10 anos que a sensação que eu tive foi semelhante quando você terminou de ler O Menino do Dedo Verde. O livro fazia parte de uma coleção de óperas, o título é Carmem, é romance com um final muito trágico, eu chorei muito quando terminei a leitura, pois estava acostumada aos finais felizes onde o casal vivia feliz para sempre. Foram tantas as experiências, é sempre bom relembrar!
Adorei o post.
Mayse Silva postado recentemente..[Resenha] Relíquias – Rizzoli & Isles Vol.7My Profile

[Responder]


12/06/2013 às 23:06
Você já comentou 5 vezes.

Nossa que bacana adorei o seu texto vc manda muito bem… =)

[Responder]


12/06/2013 às 23:55
Visitante assíduo e já deixou 62 comentários.

Os karas são personagens que todo leitor deveria conhecer. São livros que fazem parte da minha infância da época em que apenas eu ia na biblioteca da escola.

Minha mãe também foi importante para que eu me tornasse uma leitora mesmo ela tendo estudado apenas até a 4º série. Ela sempre gostou de livros e fico feliz demais que tenha sido assim.
Aline Gonçalves postado recentemente..Chegou no Livros y Viagens #06My Profile

[Responder]


13/06/2013 às 12:53
Visitante assíduo e já deixou 41 comentários.

ah que gostoso!! Infelizmente minha assiduidade pelos livros não ocorreu prematuramente. Mas ter uma cronologia assim é o máximo! Vou tentar fazer uma prá mim também! Muito gracinha!!

[Responder]


13/06/2013 às 23:34
Visitante assíduo e já deixou 214 comentários.

Muito bom esse post, me fez lembrar tbm dos primeiros livros que comprei, que foi em um sebo e tbm foi da série vaga-lume, simplesmente adorava aqueles livro. Minha primeira compra na submarino foi a coleção de Eragon( comprei os 3 primeiros volumes por 29,00)foi ai que começou o vício compulsivo de comprar lá todo mês. Essas lembranças são muito boas.

[Responder]


14/06/2013 às 18:33
Visitante assíduo e já deixou 58 comentários.

Nossa, Brenda, amei o post! Realmente fazendo a retrospectiva tem tantos momentos legais da minha vida relacionado a livros, nem sempre me dou conta do quanto eles são importantes na minha vida. Adorei a ideia, parabéns!
Só um comentário para O Menino do Dedo Verde: eu li quando era relativamente nova e, acho que por ter sido “obrigada” a ler pela minha mãe perdi um pouco da graça do livro, infelizmente.
Ps: Como assim você leu 28 livros nas férias? Meu Deus!!
Raíssa Lins postado recentemente..Meu Amor, Meu Bem, Meu QueridoMy Profile

[Responder]


15/06/2013 às 12:02
Visitante assíduo e já deixou 65 comentários.

Muito legal Brenda, óotimas lembranças einh!!? Tbm tenho muitas, como quando li o primeiro livro adolescente, digo: não era infantil. rsrs Que foi o Sozinha no mundo, chorei muiiiiito, d++++. Tbm me lembro quando li o primeiro livro com final triste que se chamava Soul love: A noite o céu é perfeito. Em fim eu amo ler e tenho óotimas lembranças literárias.

[Responder]


16/06/2013 às 11:27
Visitante assíduo e já deixou 223 comentários.

Que lindo e maravilhoso post Brenda!
Vivi cada momento em suas palavras, parabéns..
Lembranças de momentos assim são magníficos e não tem preço.
Minha mãe tb é professora, e eu lembro de cada momento que passava na biblioteca da escola em que ela trabalhava, ali comecei minha paixão pelos livros, muitos livrinhos adquiri em Sebos tb. Série Vaga Lume e Série dos Karas fizeram parte da minha vida e quão importantes foram.
Perfeito esse post, amei.
bjs
Fernanda Yano postado recentemente..Dane-se a fila, texto de CarpinejarMy Profile

[Responder]


16/06/2013 às 11:41
Visitante assíduo e já deixou 30 comentários.

Minha primeira compra no Submarino foi mês passado! kkkk Foi bem marcante, pois fiquei morrendo de medo de como o livro iria chegar e se iria chegar. haha Deu tudo certo e o livro chegou direitinho. Comprei As Crônicas de Nárnia, na promoção de R$ 19,90. OMG, coleção Vaga-Lume! *—-* Eu acho que li todos os livros dessa coleção que tinham na biblioteca.
kkkkk Também sou da época da livraria Siciliano! :x Até hoje às vezes ainda chamo Saraiva de Siciliano! ._.
Nunca vou esquecer do dia em que terminei de ler o primeiro livro de Harry Potter. Foi um dos dias mais felizes! *-* Eu me sentia a própria Hermione. kkk #bonstempos
Amei o post, Brenda! Me fez lembrar de muita coisa boa da minha “vida literária”. hehe

Beijos

[Responder]


16/06/2013 às 15:40
Visitante assíduo e já deixou 21 comentários.

Minha primeira compra no Submarino não foram livros, foi a caixa com todas as temporadas de Friends <3, hehe.
Acho que minhas melhores lembranças literárias são:
- A Turma da Mônica, claro;
- Descobrir a Série Vaga-Lume, mais precisamente os livros do Marcos Rey, que instigou meu gosto pela leitura e minha paixão por suspenses;
- O livro O Estudante, que eu li várias vezes, fiquei chocada com a história (porque eu era criança) e foi meu livro preferido na época.
- Minha primeira compra no sebo, o livro Noite Feliz, de Carol e Mary Higgins Clark.
- Harry Potter.
- A blogosfera literária, também, e seus sorteios que me fizeram descobrir vários livros e meus atuais autores preferidos, Harlan Coben e Michael Connelly.

E acho que é isso. Adorei a ideia do post, muito bom. ;)

[Responder]


16/06/2013 às 21:50
Visitante assíduo e já deixou 23 comentários.

Iniciei a leitura pegando livros na biblioteca da escola.
Depois comecei a comprar em livraria até que (munida d e cartão de crédito) descobri as lojas virtuais que são beeeem mais baratas! :D
Tenho ‘O Menino do Dedo Verde’ aqui em casa, aliás, é da minha irmã… fiquei curiosa, vou ler!
Da Agatha Christie só li ‘E Não Sobrou Nenhum’, muito bom!

[Responder]


23/06/2013 às 16:55
Visitante assíduo e já deixou 80 comentários.

Que post lindo Brenda. Adorei :)

Minha relação de amor com a leitura começou cedinho, graças a minha mãe que assinou os gibis da Turma da Mônica e foi com eles que aprendi a ler e até hoje não resisto, sempre que posso estou lendo.
Li O menino do dedo verde por conta de um trabalho na escola, e realmente é encantador.
A Droga da Obediência e a série Os Karas tive a oportunidade de ler porque tinha na biblioteca da escola, pra minha felicidade.
Eu demorei pra conhecer a blogosfera, isso só aconteceu ano passado. Muito legal saber como o blog foi criado.
Adoro os livros da Agatha, mas esse preferido seu, ainda não li.
Eu acho que sou uma das poucas pessoas que amam livros que ainda não leu HP, mas pretendo fazer isso em breve.

[Responder]


25/06/2013 às 17:40
Você já comentou 4 vezes.

Sempre me emociono quando menciona o Ratas! Obrigada, Brenda!
E adorei suas boas lembranças.
Thaís postado recentemente..[Resenha] – Livro: A Revolução dos BichosMy Profile

[Responder]


26/06/2013 às 22:14
Visitante assíduo e já deixou 14 comentários.

Oie
Conheci o blog ha pouco tempo e gostei do post pq assim “conheci” vc um pouco melhor..
Aqui em casa só eu qm tenho o habito d ler, mas minha vózinha le muitoo, ate mais q eu ..
minha primeira compra online foi na saraiva e fiquei esperando ansiosamente tbm.. alias, sempre fico.. haha

Ah e eu nunca fui na bienal, é uma vergonha, eu sei… mas esse ano eu nao deixo passar… rs

bjs

[Responder]

brendalorrainy Reply:

Que bom que gostou Pam!
Seja bem vinda viu?
beijão!

[Responder]


29/06/2013 às 15:40
Visitante assíduo e já deixou 65 comentários.

Eeeei Brenda, adorei esse post *_*
Amei a descrição de suas lembranças, eu tenho tantas lembranças que acho que não conseguiria organizar, kkkkk!
Acho que única que eu gostaria de destacar foi quando comprei o meu primeiro livro de Harry Potter, acho que eu deveria ter uns 12 anos, tempo pra caramba. hahaha
beijos

[Responder]


30/06/2013 às 22:10
Você já comentou 6 vezes.

Adorei que você dividiu suas lembranças literárias com a gente. Eu lembro da minha primeira compra no Submarino, emocionante comprar livros pela internet na época. Eu ainda nãoli esse liro da Agatha, vocême deixou uito curiosa.

Érica Martins
Espiral dos Sonhos
Erica Martins postado recentemente..Chegou Pelo Correio #9My Profile

[Responder]


01/07/2013 às 14:31
Visitante assíduo e já deixou 14 comentários.

Esse post ficou simplesmente perfeito!! E o livro da Agatha Christie foi para a lista dos desejados. :)

[Responder]


02/07/2013 às 16:15
Você já comentou 6 vezes.

Nada como a primeira compra virtual, quando comprei pela primeira vez um livro na internet quase surtei pensando que nunca ia chegar, mas depois de uma longa espera ele chegou! rs
A série os Karas foi o livro que marcou minha adolescência, amo essa série!! Para mim Pedro Bandeira é o melhor autor de infanto-juvenil! :D
Ir na bienal é mágico! Felizmente esse ano tem aqui no RJ!
Adorei o post!
beijos!

[Responder]


30/11/2013 às 18:18
Você já comentou 2 vezes.

Tbm amo hp o dia que recebi meus livros que ganhei de uma cunhada nossa pulei de felicidade recebi o 2 3 5 6 7 o 1 e 4 já tinha o 4 tinha reelido umas 5 vezees pq gostava mais dele do que tinha na época só o 1! muito top comprar pelo submarino

[Responder]


13/01/2014 às 00:59
Comentou pela primeira vez, boas vindas!

Muito legal essas tuas lembranças. Uma vida inteira de leituras e muitas emoções.
Lembrei de muitos momentos meus, também tenho uma vida inteira de paixão pela literatura e uma mãe professora que sempre alimentou meu vício e também reclama dos meus livros depressivos, rsrs.
Ah, e a coleção dos “Karas” também foi uma das melhores surpresas da minha adolescência. Inesquecíveis!

[Responder]


01/11/2016 às 05:50
Você já comentou 4 vezes.

Amei seu blog s2
André postado recentemente..20 Dicas de Presentes para Formatura para Dar para Formandos!My Profile

[Responder]