resenhas category image [Resenha] – Selvagens, Don Winslow 15/11/12


Nome: Selvagens
Autor(a): Don Winslow
Editora: Intrínseca
Número de páginas: 288
Ano: 2012
Avaliação: ★★★★½

Ben e Chon são o que pode ser chamado de opostos, quando um é pacífico o outro é um ex-soldado sem qualquer arrependimento. Assim como opostos se atraem, os dois são amigos, sócios num negócio lucrativo de venda de erva e têm um objeto de adoração em comum: Ophelia, ou apenas O.
Os três vivem intensamente e usufruem de todas as vantagens de ser ter dinheiro e juventude no sul da Califórnia. Até que seu bem sucedido negócio os coloca no meio dos planos do mexicano Cartel de Baja. Quando Ben e Chon recusam colaborar para o Cartel, os mexicanos sequestram O. e a partir daí inicia-se uma tensa e nada justa batalha envolvendo amor, dinheiro, vida, confiança e traição.

Ao primeiro contato, Selvagens parece ser um livro “de meninos” com drogas, armas e palavrões a vontade, mas um olhar mais profundo mostra o quanto o livro de Don Winslow é tocante, emocional e capaz de envolver qualquer ser humano com o mínimo de humanidade. Um romance contemporâneo acertado no zeitgeist e na dramaticidade, não peca por excesso nem por falta: tem sentimento na medida certa, tem ação na medida certa e é assustadoramente real. O pior (ou melhor) é que ele trata o tipo de realidade que ninguém gosta de lembrar ou de pensar muito sobre.

Ben, Chon e O. são jovens de vinte e poucos anos e origens familiar distintas, nascidos e criados no sul da Califórnia, expostos ao ideal de paraíso e riqueza , porém ligados desde cedo ao mundo de enriquecimento rápido e ilícito, violência quando necessária e dualidades mil. No mundo dos três amigos certo e errado são questões muito relativas e variáveis, afinal é errado fazer o certo com o que você consegue fazendo coisas erradas, Ben? Ou, Chon, é errado fazer o errado quando o errado é a única coisa que você sabe fazer bem? As coisas em Selvagens são bem por aí.

Ainda são acrescentados a essa mistura o núcleo mexicano encabeçado pelo Cartel de Baja cujos principais personagens são Elena La Reina (título auto-explicativo) e o sanguinário Lado (apelido de Helado, gelado), ambos levados ao mesmo ponto por motivações diversas. Assim como os seus funcionários e colaborados. A motivação pode ser ganância, falta de oportunidade, amor em excesso, desespero. O que Winslow mostra é onde todos eles chegaram.

E em explicitar situações absurdas com acidez e humor, Winslow é mestre. Desde o primeiro capítulo o autor choca e causa estranheza com seus diálogos quase desconexos, suas críticas ferozes, ironias e sátiras. A própria formatação do livro é exótica, com parágrafos fora de alinhamento, cortes como os de um roteiro de cinema e não mais livro descritivo, mudanças de fonte e defeitos de espaçamento e parágrafos; tudo perfeitamente proposital e bem pensado. Mesmo que você estranhei a forma de apresentação do texto à princípio, fica clara a intenção do autor: como esperar conservadorismo, linearidade e ajuste às regras de um livro onde 98% dos personagens está sob efeito de alguma substância psicotrópica? Isso sim não faria sentido algum. Ponto para Winslow.

Então vem o sequestro de O, o desespero de Ben e Chon, a situação complicada de Elena e o comportamento assustador de Lado. Seguidos da reação desesperada de Ben e Chon, da situação desconfortável de Elena, do comportamento desprezível de Lado e do tédio de O. no cárcere. Tudo isso temperado com a narração agridoce e as sensações de ansiedade, suspense e até um pouco de medo.

O que eu posso dizer sobre Selvagens é que não é um livro dezoito menos (não contei os palavrões, nem as cenas fortes. Até porque, se tentasse, estaria contando até agora), não é um romance romântico, mas também não é um livro só para meninos. É um livro que apesar de ser extremamente cru é ainda sofisticado e chega a ser elegante na sua vulgaridade. Don Winslow, atrevo-me a dizer, percebe nosso tempo e a sociedade tão bem quanto Shakespeare e Victor Hugo conheceram seus respectivos tempo e espaço. A leitura vale muito a pena. Dos livros da Intrínseca que eu li até hoje, Selvagens foi sem sombra de dúvida o melhor e mais maduro (eu ia dizer adulto, mas lembrei de 50 Tons de Cinza, então deixa para lá).

DESIGN: ★★★★★
IMPACTO: ★★★★★
NARRATIVA: ★★★★☆*

*Demora um tempo para você se habituar com a falta de linearidade do texto.

P.S: Geralmente aqui no CDI eu (Brenda) sou a autora de todas as resenhas. Mas devido a forte ressaca literária que enfrentei resolvi repassar a leitura de Selvagens para alguém que pudesse aproveitar o livro melhor que eu, por isso nossa colunista Laura assumiu a função dessa vez. :]
16 comentários
Postado em 15/11/12 por Laura Abdon



Laura Abdon
21 anos, designer de moda e futura administradora. Leitora de gosto extravagante e crítica além da conta. Tenta não ser muito ácida, nem sempre consegue. Quinzenalmente na coluna Inspiração Literária, acha bem bizarro escrever sobre si na terceira pessoa.
Deixe aqui seu comentário!

CommentLuv badge


16 comentários »
15/11/2012 às 12:42
Visitante assíduo e já deixou 82 comentários.

Não sou exatamente fã de histórias não lineares, então não sei se vou gostar desse livro.
Não gostei mito da história e apesar de gostar de livros de ação eu não me animei muito.

Thais Vianna
@dathais

[Responder]


16/11/2012 às 00:20
Visitante assíduo e já deixou 41 comentários.

Eu pretendo ler este livro, já que li outra resenha falando muito bem desse livro e quero ler ele antes de ver o filme.

[Responder]


16/11/2012 às 00:22
Visitante assíduo e já deixou 114 comentários.

Esse livro deve mesmo ser incrível.
A sinopse dele surpreende e realmente é uma realidade que poucas pessoas gostam de falar.
Um livro para meninos : rsrs gostei disso.Acho que sou menino, por gostar de livros assim . hahahha
Sua resenha está ótima, leve e bem detalhada.
Seu ponto de vista sobre o livro me fez querer saber mais sobre. Ben , Cho e O.
Parabéns Laura a resenha foi ótima.
Beeijos
RAQUEL TEIXEIRA postado recentemente..[ RESENHA ] BelleMy Profile

[Responder]

Lauraabdon Reply:

Oi Raquel! Tudo bom?
Seilá, tenho na cabeça essa coisa de “livros para meninos” e “livros para meninas”. kkkk Mas sempre leio livros para meninos e gosto. rs
Obrigada pelos elogios. E, sim, leia Selvagens! É no mínimo dos mínimos “didático”.
Beeijo.

[Responder]


16/11/2012 às 12:34
Visitante assíduo e já deixou 64 comentários.

Oi Laura!
Uau, o livro te impactou mesmo hein?
Deve ser muito bom, é ótimo ver a sensibilidade do autor para o mundo em que vivemos e, melhor ainda, sua capacidade de transportar isso para a leitura.
Não sei se é uma leitura que eu faria no momento, mas pelo menos ficarei mais atenta sobre a possibilidade.
Beijão!
Aione Simões postado recentemente..Livros na Telona #34: Assassinato no Expresso do OrienteMy Profile

[Responder]

Lauraabdon Reply:

Oi Aione!
Impactou sim! Eu tinha curiosidade pela história, sabe, mas não esperava muito da leitura e o livro me surpreendeu muito. Entrou para minha lista de favoritos. *-*
Beeijo.

[Responder]


17/11/2012 às 15:00
Visitante assíduo e já deixou 39 comentários.

Não gosto muito de livros assim, mas, por causa da descrição acho que vou dar uma olhadinha e depois quem sabe eu não leia ele []

[Responder]


19/11/2012 às 10:05
Visitante assíduo e já deixou 223 comentários.

Não tinha me interessado muito pelo livro porque não sou muito fã do gênero e tb não gostei da capa. Porém sua resenha levantou certa curiosidade, tá ótima. bjs
Fernanda Yano postado recentemente..Lembrancinhas para Chá de Bebê e NascimentoMy Profile

[Responder]

Lauraabdon Reply:

Oi Fernanda!
Obrigada :D
Eu sou a rainha do preconceito com capas de filme em livro, porém curti essa (deve ser por causa da Blake e da Demi rs). Dá uma olhadinha no livro sem compromisso e vê se curte. Depois me diz! ;)
Beeijo.

[Responder]


20/11/2012 às 14:14
Visitante assíduo e já deixou 214 comentários.

Esse livro parece ser bastante interessante, um filme desse livro deve ser show, com muita adrenalina, drogas e tudo mais….. vou colocar ele na minha lista de compras.

[Responder]


27/11/2012 às 01:16
Visitante assíduo e já deixou 105 comentários.

Tá ai um livro que não me chamou atenção de cara, acredito que foi pelo fato de tê-lo conhecido juntamente com o filme (que eu não assisti), só que depois dessa resenha, inspiradora diga-se de passagem, fiquei interessada nele, a história em sí parece ser interessante. espero ter prazer nesta leitura!

:)

[Responder]

Lauraabdon Reply:

Owwn, Camila! Obrigada pelo elogio!
Sim, leia o livro quando der, ele é muito bom mesmo! ;)
Beeijo.

[Responder]


09/12/2012 às 23:32
Visitante assíduo e já deixou 92 comentários.

Oi Laura, gostei muito da resenha, li algumas resenhas do livro, mas nenhuma mostrou esse lado. Não vi também o filme. Parece ser o tipo de livro que eu vou gostar, sempre tive curiosidade a respeito dele, está na minha lista!
Claris Ribeiro postado recentemente..Resenha: Minha vida na FrançaMy Profile

[Responder]


14/12/2012 às 17:34
Visitante assíduo e já deixou 110 comentários.

Considerei sua resenha impecável, quase jornalística!
Menina, que leitura pesada! Não me interessaria por ela, não mesmo. Mas super contemporânea, atual, imagino a eletricidade dos acontecimentos e a tensão que o livro causa…

[Responder]

Lauraabdon Reply:

Oi, Manu!
Obrigada pelo elogio! :D
Beeijo.

[Responder]


04/02/2013 às 16:27
Visitante assíduo e já deixou 20 comentários.

Assisti ao filme,boa resenha,fiquei com vontade de ler para descobrir o que acontece.
Pela resenha o tema está ligado ao mundo das drogas, com um cartel no México,disputa de território, e um pouco de ação.
Foi considerado por jornais renomados como um dos melhores do ano de 2010,quero conhecer para poder concordar ou discordar,não é porque alguém não gostou que vou ter a mesma opinião ou vou deixar de ler,tudo no mundo da leitura é valido,melhores ou piores estamos lendo,aprendendo coisas novas,viajando por lugares… sempre é um aprendizado

[Responder]