resenhas category image [Resenha] – Marta, Breno Melo 12/07/12


Nome: Marta
Autor(a): Breno Melo
Editora: Schoba
Número de páginas: 215
Ano: 2011

Marta é bipolar, adolescente e tenta viver uma história de amor. Um velho psiquiatra, disposto a produzir Literatura leiga e fugir das teses para o meio acadêmico, narra os fatos mais significativos da vida de Marta, abrangendo toda a sua primeira adolescência, até que possa caracterizá-la como bipolar tipo I. O mais original é que ele mostra Marta às voltas com a vida que todos levamos — tentando viver sua própria história de amor — e não apenas com o transtorno em si ou tratando dele.

Estou procrastinando essa resenha há certo tempo. O motivo é que Marta foi um livro que me deixou um tanto confusa e não sei dizer exatamente se gostei ou não. Mas como pode ser isso? O que aconteceu foi que antes de iniciar a leitura vi uma resenha MUITO negativa sobre ele. E agora estou na dúvida se os problemas que encontrei nele foram projetados pelas minhas expectativas que ficaram baixas depois da resenha ou são realmente coisas que me incomodariam. Mas vamos lá…

Marta sempre morou em La Falda, uma cidadezinha da Argentina. Mas agora com o início de sua faculdade de jornalismo ela se mudou com as amigas Sílvia e Naila para Córdova. Há algum tempo ela teve um relacionamento com João, cujo inicio se deu na escola e teve um final doloroso, mas Marta nunca conseguiu tira-lo totalmente de seus pensamentos. Mesmo agora que ele já está com outra pessoa, ela fica se prendendo a migalhas de um passado feliz e do que ainda pode fazer para voltar com ele.

Acontece que segundo o narrador da história (que não é o autor do livro e sim um velho psiquiatra) Marta trata-se de uma garota bipolar. E o meu primeiro problema com o livro foi que não consegui enxergar essa bipolaridade. Já de inicio somos alertados que são vários os tipos de leitura que podem ser feitas em cima do livro. Sendo eu uma pessoa que se enquadra na categoria de “leitor leigo” por não conhecer profundamente sobre esse tipo de transtorno.

Mas segundo o meu pouco conhecimento no assunto, bipolar seria uma pessoa que muda com frequência de humor, vivendo um maior conflito de emoções sobre seus desejos ou sentimentos. O que encontrei em Marta foi uma garota absolutamente comum. Cheia de dúvidas e com conflitos sim, mas essa não é a característica da juventude? Uma época de grandes conflitos internos em que nossas opiniões estão amadurecendo?

Eu fiquei basicamente caçando na história os momentos em que a bipolaridade dela afloraria e não encontrei um sequer. Obviamente que não sou especialista mas foi essa minha visão de leitora.

Sobre os personagens foram um tanto decepcionantes admito. Marta era ingênua demais, sonhadora demais. E os outros adolescentes foram descritos naquele básico estereótipo de uma juventude sem limites. Que fuma, bebe e faz sexo sem compromisso o tempo todo. Fiquei incomodada. Só consegui mesmo gostar de um primo dela que aparece lá depois do meio da história, que foi quando achei que a leitura começou a fluir melhor.

A narrativa tem aquele caráter de interromper uma cena, e autor conversar com o leitor. Eu geralmente curto bastante esse tipo de narrador “intrometido” mas dessa vez a tática não funcionou pra mim. A maioria das vezes o autor poetizava demais a história, fazendo referências e paralelos desnecessários. No começo pode até parecer curioso, mas depois torna-se cansativo.

É muito doloroso ter que fazer uma resenha tão negativa, ainda mais porque não posso afirmar com convicção se tudo que falei vai ser percebido por todos. Depois da resenha que citei no início, meu olhar critico foi apurado e não consegui relaxar durante a leitura. Fiquei analisando cenas, diálogos mesmo contra vontade. Dessa forma preferi não avaliar quantas “estrelinhas” o livro merece. Não acho que seria prudente quando mesmo escrevendo a resenha fico pensando como seria ter feito uma leitura descompromissada.

PS: O livro Marta veio para mim através de um book tour organizado pelo blog Page Reading
13 comentários
Postado em 12/07/12 por brendalorrainy



brendalorrainy
19 anos. Criadora do CDI é estudante de administração com inclinação para o setor editorial. Tem uma queda por felinos, por quadrinhos e pela combinação tinta e papel. Adora criar metas o tempo inteiro e estranhamente odeia dormir. Também detesta café, tem tendência ao caos e morre de medo de altura. É viciada em Friends e em qualquer coisa que a faça rir.
Deixe aqui seu comentário!

CommentLuv badge


13 comentários »
12/07/2012 às 21:21
Visitante assíduo e já deixou 146 comentários.

Brenda….
Eu confesso que li uma resenha positiva sobre esse livro e por isso achei estranha a sua… mas é natural, cada um interpreta de seu jeito, e confesso que não sei como eu classificaria. kkkkk
Não gostei de Marta… não pela doença… mas uma sonhadora problemática desce quadrado.
Quanto ao autor intrometido eu tb gosto quando isso acontece, desde que ele não se estenda demais… daí fica extremamente irritante e maçante.
Eu passo a leitura desse, melhor evitar decepções literárias!!! =)

[Responder]


12/07/2012 às 21:26
Visitante assíduo e já deixou 13 comentários.

Oi Brenda!
Gostei da resenha. Acho que eu teria a mesma visão, porque leiga como também sou, acho que bipolar é bem isso aí que você disse.
Fora que é uó quando fazem personagens adolescentes assim, tão clichês. Eu gosto de um clichezinho, mas esse é tão anos 90, OSIUAOIDUSAD.
Acho que eu também não gostaria muito do livro não :/
Ó, tu colocou “esteriótipo” lá na resenha, mas é “estereótipo”, hehe.
Foi só pra ajudar.
beijos! :*

[Responder]

brendalorrainy Reply:

Heey Jayane!
Obrigada por alertar haha
Sempre diga mesmo, sempre reviso as resenhas mil vezes mas as vezes alguns errinhos me escapam!
Vou consertar :D

[Responder]


12/07/2012 às 21:56
Visitante assíduo e já deixou 50 comentários.

Começando pela capa, poderia ser bem mais elaborada. Agora a história eu não achei muito interessante. Acho que o enredo foi mal desenvolvido.

[Responder]


12/07/2012 às 23:05
Visitante assíduo e já deixou 58 comentários.

Ao ler a sinopse do livro, parece uma história bastante interessante: uma personagem diagnosticada com transtorno bipolar e o narrador sendo o psiquiatra dela. No mínimo interessante. Mas uma história intrigante mal desenvolvida, na minha opinião, é pior do que algo comum, previsível.

Beijos
Raíssa postado recentemente..O Filho de NetunoMy Profile

[Responder]


13/07/2012 às 09:06
Visitante assíduo e já deixou 117 comentários.

Não gosto de livros que retratam a bipolaridade como um simples transtorno, bipolaridade é uma doença séria, que muda a vida de uma pessoa completamente.
Não leria este livro de jeito nenhum!

[Responder]


13/07/2012 às 18:40
Comentou pela primeira vez, boas vindas!

Oi, Brenda!
Estou organizando um booktour no meu blog desse livro, também.
Antes de lê-lo, vi algumas resenhas positivas, o que me animou bastante!
Outro ponto que me deixou confiante, foi o ponto do autor ter dito a mim que o livro era para “adolescentes da minha idade” (eu tenho 14 anos).
Porém, quando inicei a leitura, percebi que o livro não era tão adolescente assim e que continham algumas cenas e detalhes, digamos, sordidos.
Prosseguindo com a leitura, percebi que esses detalhes continuavam, então, constatei que o livro não era mesmo para a minha idade e resolvi parar de ler.
Fiquei chateada por não cumprir com o meu compromisso com o autor, mas, infelizmente, não contiuaria uma leitura que não estava me fazendo bem.
Gostei da sua resenha e achei ela bem sincera.
Beijos!
Gabriela Wegner postado recentemente..Frase da Semana!My Profile

[Responder]

brendalorrainy Reply:

Oi Gabi!

Realmente não classificaria Marta como um livro teen, tem realmente umas cenas mais pesadinhas.
Acho que você fez o que é certo, por mais que tivesse assumido um compromisso, se a leitura não estava te fazendo bem foi melhor não continuar.
Obrigada pelo comentário!
Beijoo

[Responder]


14/07/2012 às 00:55
Visitante assíduo e já deixou 30 comentários.

Bom, depois dessa não pretendo nem me arriscar na leitura ..
Mas não foi só sua resenha que me desestimularam .. O enredo para mim não foi favorável !!
Amei a resenha ,
Beeeeijos !

[Responder]


15/07/2012 às 19:05
Visitante assíduo e já deixou 79 comentários.

Oi, Brendinha!
Acho que a essa altura já li umas dezenas de resenhas de Marta – a maioria negativa – mas também algumas bem positivas, então realmente não sei muito o que esperar do livro. Porém uma coisa que notei, é que todas elas chamam atenção para o fato da falta de bipolaridade da protagonista; nenhuma das pessoas pelo que pude perceber, conseguiram notar essa caraterística da personalidade de Marta, o que achei um tanto estranho, já que essa deveria ser a base para todo o livro. Difícil quando terminamos um livro sem saber muito bem o que achamos dele, né? Mas às vezes acontece mesmo.
Beijão!!
Eduarda Menezes postado recentemente..Dear Mr. Postman! #31My Profile

[Responder]


24/07/2012 às 01:41
Visitante assíduo e já deixou 41 comentários.

Estou curiosa em relação a este livro já que li umas resenhas positivas e outra negativas mais pretendo ler ele e ver qual é minha opinião sobre ele. Bjs!

[Responder]


29/09/2012 às 10:22
Visitante assíduo e já deixou 114 comentários.

Oi Brenda, bom essa resenha foi mesmo bem negativa.
O livro não me interessou, pois estou cansada de ler sobre esses assuntos de bipolaridade.
Ler e aprender sobre isso é muito chato, ainda mais quando vc tem o problema.
Bom eu gostei que vc foi bem sincera na sua resenha, ao dizer que ficou confusa em saber se não gostou por vc mesmo ou por ter lido uma outra resenha negativa.
Muito honesto da sua parte.
Beeijos

[Responder]


23/10/2012 às 16:59
Visitante assíduo e já deixou 82 comentários.

Complicado…As vezes lemos resenhas muito negativas sobre um livro e ficamos marcados…não conseguimos esquecer o que diziam… Não sei exatamente se eu gostaria desse livro, não me interessei pela história…Mas até leria, na falta de algo melhor.

Thais Vianna
@dathais

[Responder]